Conecte-se

FacebookTwitterInstagram

WhatsApp Image 2020 05 07 at 10.14.10

A Polícia Civil, por meio da Divisão de Repressão à Roubos de Criciúma (DRR) da Divisão de Investigação Criminal (DIC) concluiu as investigações e pelo indiciamento de dois homens suspeitos de envolvimento em assaltos, em Criciúma. Os crimes aconteceram em residências e de entregadores. 

Conforme o delegado Yuri Miqueluzzi, um dos crimes ocorreu no bairro Operária Nova, em fevereiro deste ano. O autor realizou um pedido de lanche. No local combinado, o entregador foi rendido e teve seus pertences roubados. O suspeito, de 19 anos, foi identificado e indiciado pelo crime de roubo.

O outro crime ocorreu no bairro Santo Antônio, em julho de 2019. Uma residência foi invadida por dois homens, que renderam uma mulher dentro da casa. Os criminosos levaram dinheiro e aparelhos eletrônicos, fugindo em seguida. Após trabalho de investigação, houve o indiciamento de um dos envolvidos, de 19 anos, também pelo crime de roubo.

ccriasda

A Equipe Multi-Institucional da Solidariedade, que tem a Polícia Civil como integrante, segue com as suas ações solidárias em tempos de pandemia da Covid-19. Na quinta-feira (21), a equipe esteve no Farol de Santa Marta, em Laguna, onde atendeu 50 famílias em vulnerabilidade social da região. Foram distribuídas cestas básicas e máscaras de proteção.

Com a escassez de pesca e dificuldade pela crise da pandemia, a região litorânea tem sido também o foco com doações. Na semana passada a Equipe Multiinstitucional da Solidariedade percorreu o Balneário Rincão, onde também foram distribuídas cestas básicas, máscaras de proteção e material de higiene.

A Equipe Multi-Institucional é representada pela Cruz Vermelha Brasileira (filial Criciúma), Exército Brasileiro (28°GAC, 3ªCia/63°BI), Marinha do Brasil, Polícia Militar, Polícia Civil, Defesa Civil (Criciúma /Laguna), Corpo de Bombeiros Militar e Coordenadoria Regional de Educação Criciúma, ONG Liberdade com Responsabilidade, Associação de Pescadores e Agentes Comunitárias do Farol Santa Marta.

criamcuma

 

lauroip

A Polícia Civil concluiu, na manhã desta quarta-feira (20), o inquérito policial que apurou crimes praticados no âmbito de uma entidade de atendimento educacional especializado de Lauro Müller. Trata-se da Operação Tweed, que resultou em um inquérito policial com mais de 600 páginas e no indiciamento de seis pessoas, no cumprimento de sete mandados de busca e apreensão e afastamento cautelar de dois funcionários das funções.

Foram sete meses de investigações iniciadas com a instauração de inquérito determinado pelo delegado Ulisses Gabriel, em 07 de junho de 2019. A operação foi coordenada pela Polícia Civil e teve o apoio do Instituto Geral de Perícias (IGP) e Ministério Público de Santa Catarina.

Os seis indiciados vão responder por crimes de coação no curso do processo, injúria racial, peculato desvio, peculato apropriação, inserção de dados falsos em sistema de informação pública e tráfico de medicação controlada. O inquérito já foi protocolado no Judiciário.

DSC 0723

A Polícia Civil, por meio das Delegacias de Polícia de Siderópolis e Cocal do Sul, cumpriu na tarde de terça-feira (12) mandados de busca e apreensão e de prisão preventiva contra um homem de 25 anos. Ele é suspeito de crime de roubo ocorrido no dia 28 de abril na rodovia que liga Cocal do Sul a Criciúma.

A prisão aconteceu no bairro Santa Luzia, que liga Siderópolis a Nova Veneza. Com o suspeito foram apreendidos 40 gramas de maconha e pertences roubados da vítima. A prisão é decorrente de investigações deflagradas no final de abril. O suspeito teria abordado uma mulher e exigido seus pertences e fugiu dirigindo o veículo Astra vermelho. O homem possui um histórico de antecedentes policiais por crimes de roubo e já está no Presídio Santa Augusta.

WhatsApp Image 2020 05 08 at 14.09.36

Policiais civis prenderam em flagrante um homem de 23 anos pela posse de um revólver calibre .38 com numeração suprimida, em Siderópolis. A ação é da Delegacia de Polícia local e ocorreu durante cumprimento de mandados de busca e apreensão.

A prisão é decorrente de investigações deflagradas no início de abril e que visava a apuração e combate à narcotraficância no bairro Dona Sebastiana. O suspeito, que foi encaminhado para o presídio Santa Augusta, estaria utilizando a arma de fogo para intimidar terceiros e facilitar a venda de drogas.