Conecte-se

FacebookTwitterInstagram

WhatsApp Image 2019 09 11 at 17.36.46

A Academia da Polícia Civil (Acadepol) se reuniu com a Coordenadoria Estadual da Infância e da Juventude (Ceij) do Tribunal de Justiça de SC para planejar ações de fortalecimento dos projetos “Conhecer para se Proteger” e “Depoimento especial”. O encontro foi na terça-feira (10), na Acadepol, em Florianópolis.

O diretor da Acadepol, delegado Alfredo Ballstaedt, e o gerente de pesquisa e extensão, delegado André Bermudez, receberam a desembargadora Rosane Portella Wolff, da Ceij, e o desembargador Sidney Eloy Dalabrida, do Núcleo de Segurança Institucional do TJ.

Lançado em agosto, o "Conhecer para se Proteger" tem o objetivo de prevenir e combater o abuso e a exploração sexual praticados, por meio da internet, contra crianças e adolescentes. Já o "Depoimento Especial", introduzido pela Lei 13.431/2017, é o procedimento de escuta protegida de crianças e adolescentes vítimas ou testemunhas de violência, perante autoridade judiciária ou policial. O desembargador Dalabrida gestionou vagas para magistrados no curso de capacitação em técnicas de entrevista e interrogatório em formato audiovisual, que será disponibilizado pela Acadepol em outubro. (Com informações da assessoria de imprensa do Tribunal de Justiça de SC)