Conecte-se

FacebookTwitterInstagram

Logo Fundo preto

A Polícia Civil, por meio da 6ª Delegacia de Proteção à Criança, ao Adolescente, à Mulher e ao Idoso (DPCAMI) da Capital, esclareceu na tarde de terça-feira (08) um caso de subtração de incapaz e prendeu em flagrante a mãe da criança de dois anos. O caso aconteceu no Rio Grande do Sul e mãe e filha foram encontradas em Florianópolis.

Conforme a delegada Caroline Monavique Pedreira, a criança teria sido subtraída do avô materno, que detém a guarda unilateral, pela mãe de 39 anos, natural de Porto Alegre. Ela seria dependente química e teria subtraído R$ 6 mil da conta bancária do pai.

Mãe e filha seguiram para Florianópolis, onde a equipe de investigação da 6ª DPCAMI já tinha conhecimento do fato após troca de informações com o Conselho Tutelar, que auxiliou na localização da menor. Durante as diligências, os policiais encontraram com a mulher dois cigarros e um pequeno torrão de maconha. Ela foi levada para a Central de Plantão Policial (CPP) da Capital, onde assinou um Termo Circunstanciado e foi liberada. A criança ficou com o Conselho Tutelar.