Conecte-se

FacebookTwitterInstagram

WhatsApp Image 2019 06 12 at 12.10.17

Policiais civis da Delegacia de Polícia de Barra Velha e de São João do Itaperiú cumpriram um mandado de prisão preventiva por estupro, artigo 217 do Código Penal. A ação foi na tarde de segunda-feira (06), em São João do Itaperiú.

Segundo o delegado Eduardo Ferraz, o suspeito teria abusado sexualmente da sogra em diversas oportunidades, além de amedrontá-la, realizando ameaças contra a vida dela e de outros familiares, como forma de manter oculta sua prática. “Os estupros ocorrem há mais de dois anos”, afirma o delegado.

O  indiciado foi encaminhado ao sistema penitenciário, onde permanece à disposição da Justiça. O  inquérito policial foi concluído e foi encaminhado ao Ministério Público e ao Judiciário para adoção das  providências cabíveis. Houve apoio ooperacional da Polícia Militar de São João do Itaperiú.

24.03.2020 Roubo em Criciúma

A Polícia Civil, por intermédio da Delegacia Regional de Polícia de Itajaí, e com o apoio da Guarda Municipal de Itajaí, recuperou um veículo furtado, na quarta-feira (01).

A Polícia Civil recebeu uma denúncia de que um homem estaria vendendo um veículo furtado em uma rede social. Após o início das investigações, os agentes da CPP de Itajaí confirmaram a denúncia e identificaram o suspeito.

No início da noite, os agentes e a Guarda Municipal encontraram o suspeito sentado em um ponto de ônibus, enquanto o veículo furtado, já com as placas trocadas, estava estacionado na calçada. Durante a abordagem o suspeito confirmou que havia adquirido o veículo e estava ali esperando um provável comprador. Ao perceberem a abordagem, amigos e parentes do suspeito tentaram impedir a prisão, porém, logo a situação foi controlada. O suspeito foi preso em flagrante e conduzido até a Delegacia de Itajaí.

WhatsApp Image 2020 03 26 at 07.29.44

Mais de 300 quilos de cocaína apreendidos, além de dois fuzis e munição e prisões efetuadas. Este é o resultado de uma ação da Polícia Civil e da Polícia Militar desencadeada em Barra Velha e Campos Novos. A apreensão, nesta quinta-feira (26), surgiu após uma prisão na quarta-feira (25) por policiais civis de Campos Novos que faziam barreira de fiscalização das medidas do decreto contra o coronavírus.

Segundo o delegado Procópio Batista, da DP de Barra Velha, a carga com cerca de 380 quilos de cocaína foi apreendida em uma casa no bairro Itajuba, em Barra Velha, onde também foram encontrados dois fuzis 762, uma escopeta e munição. Um homem foi preso e dois veículos apreendidos.

As diligências foram realizadas de forma ininterrupta. A investigação começou por parte da Divisão de Investigação Criminal de Campos Novos em conjunto com a Polícia Militar, sobre suposto crime de extorsão mediante sequestro envolvendo negociações de tráfico de drogas de grupos criminosos atuantes na região de Barra Velha.

“Estávamos em barreira sanitária em Campos Novos com a PM e houve um chamado que estaria ocorrendo um assalto. Fomos ao local e obtivemos informações. Um dos homens nos disse que estaria sequestrado e que seria liberado a partir de pagamento de droga. Então acionamos policiais civis do litoral e houve essa grande apreensão”, afirma o delegado Adriano Almeida. Em Campos Novos, um homem foi autuado em flagrante por sequestro.

O preso em Barra Velha foi atuado em flagrante por tráfico de drogas e por crime de posse ilegal de arma de fogo de uso restrito, sendo encaminhado ao sistema penitenciário, onde permanece à disposição da Justiça.

A operação contou com a atuação conjunta da Delegacia de Polícia da Comarca de Barra Velha, Divisão de Investigação Criminal (DIC) de Campos Novos, Delegacia de Polícia da Comarca de Piçarras e da Polícia Militar de Campos Novos, Penha e Navegantes.

WhatsApp Image 2020 03 26 at 07.29.01

WhatsApp Image 2020 03 26 at 07.29.01 1

 Post Face 3

A Polícia Civil, por meio do Setor de Investigação Criminal (SIC) de Barra Velha, efetuou a prisão preventiva de um homem de 42 anos por latrocínio (roubo seguido de morte). Foi na terça-feira (17), em Barra Velha.

O homem, que é foragido há mais de 10 anos, é suspeito de latrocínio e roubo qualificado pelo resultado morte contra um casal de idosos no Ceará. Além disso, apurou-se que ele é suspeito de integrar uma facção criminosa no Rio Grande do Norte e de atentar contra a vida de policiais civis naquele Estado. O preso foi encaminhado ao sistema penitenciário, onde permanece à disposição da Justiça.

Logo Fundo preto

A Polícia Civil, por meio da Divisão de Investigação Criminal (DIC), elucidou um homicídio, fez a prisão de um homem de 18 anos e a apreensão de um adolescente de 17 anos, em Itajaí.

Segundo o inquérito policial, os fatos ocorreram em 07/03/2020, na Praia Brava, quando um homem de 18 anos e um adolescente de 17 anos teriam agredido a vítima e a subjugado dentro do próprio veículo dela. Na sequência, teriam se deslocado até o loteamento Santa Regina, momento em que executaram a vítima com uma garrafa no pescoço. Os autores utilizaram o carro da vítima e fugiram para Camboriú. O carro foi abandonado no bairro Tabuleiro. As roupas utilizadas no crime pelos autores foram queimadas e jogadas no rio.

Conforme o delegado Rafael Lorencetti, o homem foi preso em Camboriú e o adolescente apreendido em Itajaí, e os investigados confessaram os fatos. A motivação teria sido uma possível desavença na Praia Brava. O inquérito policial será concluído e remetido ao Judiciário em 10 dias. Os autores seguem à disposição da Justiça.