Conecte-se

FacebookTwitterInstagram

WhatsApp Image 2019 09 06 at 16.49.18

A Polícia Civil cumpriu mandado de busca e apreensão na manhã desta sexta-feira (05) em Ituporanga, prendeu um homem e apreendeu cerca de cinco quilos de drogas, arma e munições. A ação é da Divisão de Investigação Criminal (DIC) de Ituporanga, com apoio de policiais civis da comarca, da delegacia de Proteção à Criança Adolescente, Mulher e Idoso (DPCAMI) e das delegacias de Imbuia e Leoberto Leal.

A operação aconteceu na localidade de Tifa Damann. Segundo a delegada da DIC, Elisabete da Cruz Pardo Figueiredo, em um galpão anexo à residência foram encontrados enterrados 4 quilos e 600 gramas de maconha, 55 petecas de cocaína prontas para a venda, 14 pedras de crack, além de uma pedra em pasta de base de substância semelhante à cocaína, duas balanças de precisão, 16 munições de calibre 38 e 10 munições calibre 22. Além disso, dentro da residência havia um revólver calibre 38, uma espingarda de pressão com luneta, caderno de anotação, R$ 1,7 mil, entre outros objetos.

69957972 450736522194216 2952673124170072064 n 1

A Polícia Civil de Ituporanga, por meio da Divisão de Investigação Criminal e com o apoio da Delegacia de Polícia de Imbuia, concluiu que o autônomo V.B., 38 anos, foi vítima de um homicídio qualificado, crime ocorrido no dia 27 de maio. Dos três suspeitos, dois já foram presos e um permanece foragido. A princípio, familiares registraram boletim de ocorrência de desaparecimento. Nas investigações os policiais descobriram que o homem fora vítima de homicídio.

As primeiras informações davam conta que o homem havia saído de sua residência, no dia 27 de maio, por volta das 20 horas. Ele dirigia seu veículo, um Gol, e deslocava para a casa de uma amiga no bairro Santo Antônio, em Ituporanga, não tendo retornado.  Os familiares, então, procuraram a Polícia Civil e registraram o desaparecimento.

Os policiais descobriram que ele fora convidado por F.T., 21 anos, para um encontro em Imbuia. Na verdade, segundo a polícia apurou, ele foi atraído para uma emboscada que teve a ajuda de outros dois homens – J.C.A., 25 anos, e  e A.J.F.P.,28. No local, F.T. e A.J.F.P., utilizaram um fio de um carregador de celular para estrangular a vítima, que morreu sem ter chance de defesa. O corpo foi jogado em uma pequena ribanceira, a cerca de 10 km do local do crime, na localidade de Rio Bonito, também em Ituporanga. Na sequência, os autores levaram o celular, o carro e uma quantia em dinheiro.

O Delegado de Polícia Fernando Padilha Figueiredo concluiu o inquérito e representou pela prisão preventiva dos três envolvidos no crime. As prisões foram decretadas pela Justiça.  J.C.A. foi preso em Ituporanga no dia 03 de junho, logo após o encontro do cadáver. A.J.F.P. foi preso com o auxílio da Polícia Civil de Dionísio Cerqueira, no dia 05 de junho. E F.T. permanece foragido.

Ituporanga - A Polícia Civil, por meio da DPCO, DPCAMI e DIC de Ituporanga, e das Delegacias Municipais de Imbuia e Alfredo Wagner, prendeu nesta segunda-feira (18) três suspeitos de envolvimento no homicídio de F.A.N., de 29 anos, ocorrido em janeiro de 2018. As prisões foram realizadas nos municípios de Alfredo Wagner e Ituporanga. Um dos suspeitos foi autuado também por possuir cerca de 23g de cocaína em sua residência.

Segundo as investigações, dois dos presos, M.S., de 21 anos, e J.V.O., 20, são suspeitos do crime. O terceiro homem, V.M., 41, é suspeito de ser o mandante do assassinato. Um quarto homem também foi identificado como suspeito de participação no homicídio, mas morreu em um acidente de trânsito alguns dias após o ocorrido.

Entenda o caso

A ossada de F.A.N. foi encontrada em agosto de 2018 em uma plantação de peras na região do município de Leoberto Leal, conhecida como Estrada dos Tropeiros. Após análise, constatou-se que os restos mortais pertenciam a uma mulher com estatura entre 1,55 e 1,60m, tendo o crime ocorrido há cerca de 6 a 8 meses.

Como não existia nenhum boletim de ocorrência de desaparecimento de uma pessoa com tais características, a Polícia Civil divulgou as peças de roupas encontradas junto ao corpo, recebendo diversas informações de que se tratava de uma pessoa envolvida com a prostituição na região de Alfredo Wagner e Bom Retiro.

Após investigações, foi possível em identificar a ossada como sendo de F.A.N e constatou-se que a morte teria sido encomendada por uma suposta desavença relacionada ao tráfico de drogas, identificando-se também os suspeitos do crime.

Com o cumprimento das prisões temporárias, a Polícia Civil prosseguirá as investigações para detalhar a participação de cada um dos envolvidos e esclarecer definitivamente a motivação do crime.

Ituporanga - A Polícia Civil, por meio da DIC de Ituporanga (Divisão de Investigações Criminais) prendeu nesta segunda-feira (28) um homem de 33 anos pelos crimes de homicídio triplamente qualificado e ocultação de cadáver praticados contra uma mulher nos dias 20 e 21 de janeiro. A.B. assassinou sua até então companheira, E. da R., 25 anos, na sala de casa e esquartejou o corpo da vítima, escondendo seus restos mortais em três locais distintos nos municípios de Ituporanga, Chapadão do Lageado e Aurora.

A investigação da DIC teve início na última sexta-feira (25), quando a Polícia Civil foi comunicada sobre a descoberta do tronco de um corpo na Barragem Sul do rio Itajaí do Sul, em Ituporanga. O corpo de E. da R. foi identificado por meio de uma tatuagem. O então companheiro da vítima foi preso preventivamente nesta segunda-feira e a casa em que os dois moravam foi revistada pela polícia.

Enquanto estava detido, A. B. confessou o crime à polícia. Segundo o assassino, os dois haviam comparecido a uma festa na madrugada do dia 20, onde discutiram. Na ocasião, E. da R. teria ido para casa de carona com uma terceira pessoa. Na residência, o casal começou a discutir. O homem acertou a mulher com marteladas na cabeça, que resultaram em sua morte.

O assassino contou à Polícia Civil que passou o domingo (20) com o corpo na sala de casa até que decidiu esquartejá-lo e dividir suas partes em três locais distintos na madrugada do dia 21. O tronco da vítima foi encontrado por trabalhadores da Barragem Sul. Os demais membros teriam sido escondidos no município de Aurora.

O autor foi conduzido ao Presídio Regional de Rio do Sul, onde aguardará o término das investigações e o julgamento. Na tarde desta terça-feira (30), a DIC de Ituporanga deu continuidade às buscas pelos restos mortais da vítima em parceria com o Corpo de Bombeiros. A Polícia aguarda a conclusão do laudo da perícia e dará continuidade às investigações para colher novos elementos que auxiliem no processo judicial. Qualquer informação que colabore com a investigação pode ser repassada diretamente à Polícia Civil de Ituporanga.

feminifídio2 30.01

feminicídio 30.01

Ituporanga – A Polícia Civil, por meio da Delegacia de Polícia da Comarca de Ituporaqnga, na tarde desta terça-feira, 26, prendeu um dos autores da prática de furtos em veículos com emprego de bloqueador de sinal de alarme. Os crimes eram realizados desde o início do mês de maio na região de Rio do Sul e Ituporanga.

A prisão foi decorrência de troca de informação entre as Delegacias de Ituporanga e Rio do Sul, além da Polícia Militar de Ituporanga. O homem de 29 anos também tentou se passar por outra pessoa na abordagem, mas sem sucesso. Foi descoberto que ele possuía mandado de prisão em seu desfavor por crimes de tráfico de drogas e associação ao tráfico pela Comarca de Imbituba. As investigações prosseguem.

"Colabore com a Polícia Civil. Denuncie. Disque 181."