Conecte-se

FacebookTwitterInstagram

Para Matérias sem foto

A Polícia Civil, por meio do Setor de Investigações e Capturas da DPCAMI de Joinville, deu cumprimento a um mandado de prisão preventiva contra uma mulher de 34 anos suspeita de acobertar estupros. 

Os crimes sexuais eram praticados contra a filha dela pelo companheiro. A menina, de nove anos, é portadora de necessidades especiais. A prisão foi na quarta-feira, quando a suspeita se preparava para sair do Estado.

WhatsApp Image 2019 09 19 at 14.05.26

A Polícia Civil de Joinville, através da Divisão de Investigação Criminal (DIC), prendeu em flagrante na quarta-feira (18) quatro homens e uma mulher apontados como receptadores de veículos de origem criminosa em Joinville. O grupo atuava no bairro Iririú, onde a polícia fez o flagrante.

No local, os policiais civis localizaram um automóvel GM/Cruze desmanchado com sinais identificadores suprimidos. Com o apoio do Instituto Geral de Perícias (IGP), a polícia descobriu que o automóvel havia sido furtado. Outras peças também serão submetidas a perícia para identificar a origem dos veículos. Diante disso, os presos foram conduzidos à sede da DIC e autuados em flagrante pelos crimes de associação criminosa, receptação qualificada e adulteração de sinal identificador. Contra um dos presos também havia mandado de prisão em aberto pelo crime de receptação, dando-se o devido cumprimento.

Para Matérias sem foto

A Polícia Civil cumpriu nesta quarta-feira (18) um mandado de prisão temporária no Paraná contra um homem suspeito de homicídio em São Francisco do Sul. A vítima foi encontrada morta com perfurações causadas por arma branca, em agosto deste ano.

O homem, de 21 anos, estava em São José dos Pinhais (PR) e foi preso pela Policia Civil de São Francisco do Sul. Após procedimentos, ele foi encaminhado para a unidade prisional local.

Logo Fundo preto

Alvo de duas investigações por crimes de tentativa de homicidio e homicídio consumado, um homem de 32 anos foi preso na tarde de terça-feira (17) por agentes da Delegacia de Homicídios (DH) de Joinville. A prisão aconteceu no bairro Guanabara, zona sul da cidade.

 O primeiro crime aconteceu no dia 19 de abril de 2019, quando o indiciado espancou a vitima motivado por discussões de natureza fútil. Depois de três meses internado no hospital São José, a vitima morreu em decorrência dos graves ferimentos.

 O segundo crime atribuído ao investigado aconteceu no dia 24 de julho de 2019. Dessa vez a vitima foi espacada a golpes de cabo de enxada, ficando gravemente ferida, porém, sobreviveu.

Interrogado na sede da DH, o preso negou o primeiro crime e confessou o segundo. No entanto, a investigação juntou elementos que demonstram a autoria dos eventos, o que provocou o seu pedido de prisão preventiva. Agora, o investigado seguirá preso à disposição do Judiciário.

17.09.2019 Tráfico em Joinville

A Polícia Civil, por meio da Divisão de Investigação Criminal (DIC), prendeu em flagrante na tarde de segunda-feira (16), no bairro Saguaçu, em Joinville, um homem de 26 anos por tráfico de drogas.

A equipe de investigação levantou informações sobre a venda de entorpecentes que estaria ocorrendo nos bairros Iririú, Costa e Silva e Saguaçu. Após monitoramento, policiais confirmaram que o investigado utilizava o serviço de entrega de drogas.

O suspeito foi localizado em um veículo Voyage. Ao revistá-lo, os policiais apreenderam uma pequena quantidade de maconha. Na sequência, os policias se dirigiram até a casa dele, onde o ingresso foi autorizado pela mãe. Nas buscas foram encontradas 200 gramas de cocaína e uma balança.

 Durante o flagrante, o homem passou mal e confessou que na abordagem engoliu papelotes de cocaína. Ele foi encaminhado ao Hospital São José por policiais civis. O preso continua internado sob escolta da Polícia Civil.