Conecte-se

FacebookTwitterInstagram

Para Matérias sem foto

A Polícia Civil, por intermédio da delegacia do Município de Pescaria Brava, com o Setor de Jogos e Diversões Públicos da 18ª Delegacia Regional de Laguna, realizou na tarde de quarta-feira (11), uma operação em que fiscalizou 12 estabelecimentos comerciais.

Foram notificados três estabelecimentos, nos bairros Mato Alto, Loteamento Juliana e Mar Grosso. Houve a interdição de um estabelecimento no centro de Pescaria Brava, o qual não tinha nenhum tipo de alvará e dono já havia sido orientado para regularização.

 

Para Matérias sem foto

A Divisão de Investigação Criminal (DIC) de Laguna concluiu na terça-feira (10) o inquérito referente ao latrocínio de um idoso de 78 anos no bairro Campo de Fora em 17 de agosto. O homem foi encontrado em seu apartamento com politraumatismo craniano e sinais de asfixia. Duas mulheres, uma de 21 anos e outra de 30 anos, foram presas por suspeita de participação no crime.

Segundo a investigação, duas mulheres o atacaram com um ferro de passar roupas e roubaram R$ 500. Durante as investigações, a DIC interrogou as suspeitas, tendo uma delas confessado o crime e a outra negado. Após saírem da delegacia, ambas fugiram da cidade, sendo localizadas após diversas diligências investigativas. A mulher de 21 anos foi encontrada escondida na casa de conhecidos no dia 3 de setembro. Já a suspeita de 30 anos foi presa por uma guarnição da Polícia Militar em Imbituba. As duas permanecem presas à disposição do Judiciário.

27.08.2019 Golpe em Imbituba 1

A Polícia Civil de Santa Catarina, por intermédio da Delegacia de Polícia da Comarca de Imbituba e com o auxílio das Delegacias de Polícia de Garopaba e Imaruí, realizou na manhã desta terça-feira (27) uma operação para colher elementos de prova contra uma associação criminosa especializada na prática de golpes no comércio local.

 De acordo com o que foi apurado em inquérito policial, instaurado na DP de Imbituba, os acusados efetuaram a clonagem de dezenas de cartões de crédito e, em seguida, pessoalmente efetuavam compras no comércio da região sul (municípios de Imbituba, Capivari de Baixo e Tubarão) na posse dos cartões clonados. Além disso, apurou-se que, pelo menos, um dos suspeitos teria invadido o servidor de uma empresa e instalado um programa que captava informações acerca dos dados dos cartões de crédito.

27.08.2019 Golpe em Imbituba 2

 Segundo o delegado Juliano Baesso, coordenador da operação e que preside o inquérito policial, cinco mandados de busca e apreensão foram cumpridos nos Bairros Campo da Aviação, Vila Nova, Campestre e Centro, todos em Imbituba/SC. Quinze policiais civis participaram da ação.

 Ao final foram apreendidos gravadoras e leitoras de cartões de crédito, impressora de cartão de crédito, cartões de crédito clonados, moeda falsa, telefones celulares, computadores, máquinas de cartão de crédito, luneta telescópica, carabina de pressão, documentos diversos e outros itens que estão sendo catalogados.

Para Matérias sem foto

A Divisão de Investigação Criminal de Laguna finalizou nesta sexta-feira (23) o inquérito policial que apurou o assassinato a tiros de um homem encontrado morto na estrada geral da Caputera, em Laguna. Segundo o apurado, o crime teria sido encomendado pelo filho da namorada da vítima, que não aceitava o relacionamento.

As investigações comprovaram que os responsáveis pelo crime tinham envolvimento com facção criminosa que atua na região. Durante a apuração, foram realizadas operações que resultaram em prisões. Com a conclusão do inquérito policial, foi representado pela prisão preventiva dos suspeitos de serem o mandante e do executor do crime.

Logo Fundo preto

A Polícia Civil de Santa Catarina esclareceu um feminicídio e prendeu o autor do crime, em Imaruí, Sul do Estado. A vítima foi uma mulher de 56 anos. O suspeito é o companheiro dela, de 57 anos, que está preso.

O crime aconteceu no dia 23 de junho, quando a vítima foi encontrada ferida dentro de casa e levada ao hospital em Tubarão. A partir daí a Polícia Civil iniciou as investigações. O laudo cadavérico apontou que ela foi atingida por um disparo de arma de fogo.

O exame pericial no local do crime constatou haver marcas de sangue em vários cômodos da casa e em grande quantidade na pia do banheiro. De posse do laudo foram descartadas as hipóteses de suicídio e roubo e o companheiro da vítima passou a ser o principal suspeito. Desde o início das investigações ele afirmava não possuir nem saber manusear armas de fogo. A investigação, no entanto, obteve provas que o suspeito tinha prática com armas de fogo, era praticante de caça e, inclusive, possuía munições em sua residência.

Diante do quadro, o homem confessou ser o autor da morte. Após representação da delegada Patrícia Fronza Vieira, o suspeito foi preso preventivamente no dia 15 de agosto por homicídio qualificado por crime de feminicídio.