Conecte-se

FacebookTwitterInstagram

WhatsApp Image 2020 02 20 at 18.39.10 1

A Polícia Civil, através da Delegacia de Polícia da Comarca de Rio do Sul, prendeu no início da tarde desta quarta-feira (01), o coautor de um roubo ocorrido no dia 17/03/2020, em Rio do Sul.

Dois homens armados com ao menos um revólver dirigiram-se até uma residência no bairro Albertina, em Rio do Sul e praticaram o roubo.

Durante o crime, os autores renderam, amarraram e trancaram as vítimas em dois cômodos. Em seguida realizaram a subtração de diversos objetos, entre os quais um veículo Toyota, modelo RAV4, usado para a fuga.

Enquanto fugiam, os autores capotaram o automóvel em Agronômica, quando entraram em região de mata. Após 24 horas de buscas, um dos autores foi preso em flagrante e outro conseguiu fugir.

Em continuidade à apuração do crime, os policiais civis da Delegacia de Polícia da Comarca de Rio do Sul conseguiram identificar o coautor que obteve sucesso na fuga e, em decorrência disto, o Delegado de Polícia encaminhou ao Judiciário a representação solicitando a prisão preventiva, que foi deferida e cumprida.

01.04 Araquari

A Polícia Civil, por meio da Delegacia de Polícia de Araquari e Balneário Barra do Sul, concluiu investigação que apurava a tentativa de homicídio e homicídio em dezembro de 2019, em Araquari.

De acordo com o delegado Tiago Escudero, as investigações iniciaram após a Polícia Civil ser acionada para verificar um homicídio no bairro Colégio Agrícola, em Araquari. Durante as investigações, descobriu-se que a vítima tinha envolvimento com uma facção criminosa que atua na região de Araquari e Balneário Barra do Sul.

A vítima estava sendo julgada pela organização criminosa por ter supostamente infringido “regras” da facção. Após criminosos autorizarem a execução, a vítima foi atacada por três homens logo após sair de um bar na região, porém, conseguiu fugir e retornar para casa. Nesta ocasião, outro membro da organização criminosa teve a “missão” de assassinar a vítima na residência dela em troca de um perdão de dívida.

Participaram do crime sete membros da facção também responsáveis por outros 12 homicídios na região. Destes, seis foram identificados, sendo que três deles já estão presos e outros três estão foragidos. Formalizado o relatório de conclusão, a Polícia Civil representou pela prisão preventiva dos investigados para que permaneçam presos durante o processo.

WhatsApp Image 2020 04 01 at 16.47.34

Policiais civis da Divisão de Investigação Criminal (DIC) de Brusque cumpriram na tarde desta quarta-feira (01) em Navegantes um mandado de prisão preventiva expedido pela Justiça contra um homem por extorsão.

Segundo o delegado Alex Bonfim Reis, a prisão é decorrente de uma investigação iniciada para apurar crime de extorsão e, de acordo com os elementos colhidos pelos policiais civis, o homem mantinha um perfil em um site de relacionamentos onde aliciava suas vítimas para prática sexual em sua residência.

“Sem o consentimento das vítimas, as relações sexuais eram gravadas para que posteriormente o homem pudesse extorqui-las, exigindo valores, caso contrário iria divulgar as imagens para familiares e nas redes sociais”, afirma o delegado.

Além da prisão, os policiais também cumpriram mandado de busca e apreensão. Foram apreendidos objetos e documentos ligados ao crime que irão compor o inquérito policial. A investigação terá continuidade para apurar se há outras vítimas do crime em questão. Após os trâmites, o homem permanecerá na Unidade Prisional Avançada de Brusque à disposição da Justiça. Os mandados foram expedidos pela Vara Criminal de Brusque.

01.04 Água

Em Santa Catarina, 27 municípios se encontram em estado crítico no abastecimento de água em função da estiagem. Esses são os dados do primeiro Boletim Hidrometeorológico Integrado do Estado, lançado nesta semana pela Defesa Civil de Santa Catarina, em conjunto com a Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico Sustentável (SDE). As situações mais graves foram registradas no Oeste.

As previsões de pouca chuva para os próximos 15 dias indicam que a situação do nível dos rios deve se agravar, o que demandará intervenções imediatas em algumas regiões. Diante deste cenário, o Governo de Santa Catarina alerta para o uso consciente de água, principalmente durante a pandemia do novo coronavírus no estado.

Uma das preocupações do Estado é com a população rural que não é atendida pelas concessionárias e que é abastecida por poços, açudes e ribeirões. Mas com o boletim e esse acompanhamento constante, é possível estabelecer um planejamento mais assertivo e fornecer resposta mais rápida aos municípios.

O secretário de Estado do Desenvolvimento Econômico Sustentável, Lucas Esmeraldino, reforça que o Governo vem formulando programas para aumentar a resiliência nas bacias hidrográficas, como, por exemplo, o aumento da capacidade de preservação de água, incentivo ao reuso e uso hídrico mais eficiente no processo produtivo.

“Com o objetivo de deixar as bacias hidrográficas mais resilientes frente às estiagens, estamos trabalhando para que os planos propostos pelos comitês apresentem ações emergenciais e efetivas. E, com intuito de reforçar a importância do uso consciente da água, principalmente neste momento desafiador que estamos enfrentando, estamos reforçando as orientações aos usuários”, pondera o secretário.

A ferramenta também pode ser usada como referência na construção de planos de contingência municipais e na mitigação dos efeitos das estiagens. “No Centro Integrado de Gerenciamento de Riscos e Desastres (CIGERD) o monitoramento hidrológico é constante e com a integração com os demais órgãos do Governo do Estado o resultado serão ações práticas”, destaca o chefe da Defesa Civil de Santa Catarina, João Batista Cordeiro Junior.

As Defesas Civis municipais atendem as comunidades disponibilizando carros-pipa e têm solicitado à SDE autorização para perfuração de novos poços.

Boletim Hidrometeorológico

O Boletim, que também tem a participação da Agência Reguladora de Serviços Públicos de Santa Catarina (Aresc) e Agência Reguladora Intermunicipal de Saneamento (Aris), traz informações atualizadas a cada quinze dias que serão divulgadas nos sites das instituições.

“Este estudo é resultado de uma parceria entre a SDE e a Defesa Civil e se torna fundamental para apresentar o monitoramento das condições dos rios no estado e avaliar os impactos no abastecimento urbano nos municípios, bem como divulgar com transparência a situação à população”, destaca o secretário Executivo do Meio Ambiente, Celso Albuquerque.

A gerente de Fiscalização da Aresc, Luiza Burgardt, reforça a importância do boletim hidrometeorológico e afirma que uma equipe técnica estará acompanhando as medidas necessárias da Casan em São Joaquim, município conveniado ao órgão regulador e no momento, um dos afetados pela estiagem. “O documento também serve como instrumento de planejamento das ações frente às previsões hidrometeorológicas, visando minimizar estes efeitos no abastecimento público”, enfatiza a gerente.

Além da análise da distribuição da chuva no estado e da previsão para os próximos 15 dias, o Boletim Integrado indica a situação hidrológica atual em Santa Catarina, bem como a condições do abastecimento urbano em cada cidade, considerando as condições: normal, atenção, alerta e crítico.

Como ter um consumo consciente de água:

1) Evitar o desperdício,

2) Cheque vazamentos e não deixe torneiras pingando. Um gotejamento simples pode gastar cerca de 45 litros de água por dia.

3) Antes de lavar pratos e panelas, limpe os restos de comida com uma escova, toalha de papel, guardanapo ou esponja e jogue no lixo.

4) Deixe pratos e talheres de molho antes de lavá-los. Ensaboe toda a louça e depois enxágue todas as peças.

5) Aproveite a água da chuva para regar as plantas e o jardim. As plantas absorvem mais água em horários quentes. Opte, portanto, por regar as plantas de manhã cedo ou no fim do dia.

6) Em vez da mangueira, use vassoura e balde para lavar pátios e quintais. Uma mangueira aberta por 30 minutos libera cerca de 560 litros de água.

7) Reaproveite a água da sua máquina de lavar para lavar a calçada ou nos vasos sanitários.

8) Não tome banhos demorados. Uma ducha durante 15 minutos consome 135 litros de água.

9) Saber ler o hidrômetro é muito simples e pode ajudar a detectar problemas como vazamentos, percebidos pelo consumo fora do normal.

01.04 UDESC

O programa de extensão Ritmo e Movimento, mantido pelo Centro de Ciências da Saúde e do Esporte (Cefid), da Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc), está produzindo uma série de vídeos para orientar e estimular as pessoas a fazerem atividades físicas durante o período de distanciamento social causado pela pandemia do novo coronavírus. 

>>>>>Assista aos vídeos aqui

Produzidos semanalmente pelos acadêmicos bolsistas e pela coordenadora do programa, professora Adriana Coutinho de Azevedo Guimarães, os vídeos são enviados aos participantes do Ritmo e Movimento por aplicativos de celular, e também estão disponíveis aos demais interessados pelo canal da Udesc no YouTube.

Segundo Adriana, o público-alvo da ação envolve quase 200 integrantes do programa. Há vídeos específicos para mulheres em tratamento e pós tratamento do câncer de mama, para pessoal com doença de Parkinson e para o público em geral, com idade acima de 18 anos.

Adriana destaca que o objetivo da ação é ajudar as pessoas a permanecerem ativas fisicamente e mentalmente dentro de casa. Alguns vídeos já divulgados incluem exercícios de alongamento e de força, utilizando objetos que as pessoas costumam ter em casa, como garrafas e almofadas.

Mais informações podem ser obtidas pelo e-mail adriana.guimaraes@udesc.br.

Em todas as suas unidades, a comunidade acadêmica da Udesc segue mobilizada em ações diversas contra a pandemia, com atividades que envolvem alunos, técnicos e professores. 

Acompanhe as notícias relacionados ao novo coronavírus em SC

As notícias sobre as medidas para conter a propagação do novo coronavírus em Santa Catarina e os boletins atualizados com a situação do Estado podem ser acessadas no site sc.gov.br ou www.coronavirus.sc.gov.br. As atualizações podem ser acompanhadas ainda pelo Youtube, Instagram e Facebook do Governo do Estado.