Conecte-se

FacebookTwitterInstagram

12.09 Incendio3

A Polícia Civil em Palhoça instaurou inquérito policial para investigar as causas do incêndio no Parque Estadual da Serra do Tabuleiro, na Grande Florianópolis. A polícia aguarda laudos do Instituto Geral de Perícias (IGP) e dos Bombeiros. A delegada regional em Palhoça, Michele Alves Correa Rebelo, ressalta que as pessoas podem ajudar a polícia por meio de denúncia anônima (telefone 181) ou repassando a informação em alguma delegacia de polícia.

O inquérito será presidido pelo delegado da DP da Comarca de Palhoça, Diego Parma, e deve ser concluído em 30 dias. Serão ouvidos moradores e pessoas que trabalham na região. Segundo a delegada Michele, há indícios de incêndio criminoso, porém, ainda não há definição e a Polícia Civil aguardará os laudos técnicos. Algo que chama a atenção, observa a delegada, é que foram vários focos de incêndio. O fogo foi controlado após uma grande ação conjunta dos órgãos do Estado. Houve devastação de cerca de 800 hectares de vegetação na Serra do Tabuleiro. (Foto: Corpo de Bombeiros Militar)

Logo Fundo preto

A Polícia Civil de Santa Catarina, por meio da Delegacia de Repressão aos Crimes de Informática (DRCI), com apoio do LAB/LD e DRAS da Diretoria Estadual de Investigações Criminais (DEIC), cumpriram dois mandados de prisão preventiva na quinta-feira (12).

 Segundo o delegado da DEIC, Luis Felipe Rosado, as investigações foram iniciadas a partir de denúncia da prática de crimes de armazenamento e transmissão de pornografia infantojuvenil. Entretanto, após laudo pericial realizado pelo IGP, constatou-se que além dos crimes acima descritos o investigado estuprava a criança de sete anos com a participação da genitora da vítima. As prisões foram em São José e em Florianópolis.

13.09.2019 Ladrão de carros de Joinville 2

A Polícia Civil de Joinville, através da Divisão de Investigação Criminal (DIC), efetuou a prisão de um homem apontado como um dos maiores ladrões de carros de Joinville. A ação foi na tarde de quinta-feira (12).

O homem vinha sendo investigado pela DIC desde agosto, quando os agentes verificaram que o número de furtos e roubos de automóveis estaria aumentando no município. Diante disso, após o início das investigações, verificou-se que o suspeito, com outras pessoas ainda não identificadas, estariam roubando três veículos por dia na cidade.

Ao ser abordado , ele tentou empreender fuga, mas foi capturado por agentes da DIC. Segundo o delegado da DIC, Murilo Batalha, em seu automóvel foram localizados 46 módulos de veículos, chaves de diversos automóveis roubados, chaves michas e um rádio comunicador da Polícia Militar de Santa Catarina.

13.09.2019 Ladrão de carros de Joinville 3

Após ser autuado em flagrante, a equipe da DIC continuou as diligências e localizou três automóveis, sendo que dois constavam com registro de roubo (Honda WR-V e Peugeot 3008) e um com registro de furto (Fiat Mobi). Ainda foi identificado um desmanche no bairro Iririú utilizado pela associação criminosa onde foram localizadas diversas peças de veículos roubados. O homem foi preso em flagrante pelos crimes de receptação e adulteração de sinal identificador. Além disso, foi representado pela sua prisão preventiva em relação aos veículos que roubou nos últimos dias em Joinville. O rádio comunicador foi restituído à Polícia Militar.

WhatsApp Image 2019 06 12 at 12.10.17

Um homem de 40 anos foi preso em flagrante pela Polícia Civil pelos crimes de abuso sexual, pornografia infantil e posse ilegal de arma de fogo. A prisão ocorreu na noite de quinta (12), na residência do suspeito, localizada na praia do forte em São Francisco do Sul.

A Polícia Civil chegou até o local após denúncia efetuada pela mãe da vítima, uma criança de 10 anos, que encontrou cenas pornográficas entre a menina e seu atual companheiro, de 40 anos, armazenadas no celular do suspeito. Ao ser questionada pela mãe, a criança confirmou os abusos sofridos e afirmou que teriam ocorrido por diversas vezes.

De imediato, a mãe da vítima se dirigiu até a delegacia de polícia e formalizou a denúncia entregando o celular do suspeito com as imagens armazenadas. De posse dessas informações, policiais civis se deslocaram até a residência do suspeito e o prenderam em flagrante por crime previsto no Estatuto da Criança e Adolescente, além de posse ilegal de arma de fogo.

Conforme o delegado Rafaello Ross, responsável pela ação, “além desses crimes, as investigações vão prosseguir a fim de constatar, por meio de laudos periciais e relatório psicológico o crime de estupro de vulnerável do qual a criança foi vítima”. Após os procedimentos legais, o preso foi encaminhado para a Unidade Prisional Avançada de São Francisco do Sul, onde permanece à disposição da justiça.

13.09.2013 30encontro mulher pc

Começa nesta sexta-feira (13) o 30º Encontro da Mulher Policial Civil de Santa Catarina e o 2º Encontro Nacional, no ginásio da Academia da Polícia Civil, em Florianópolis. O evento tem por objetivo a integração das mulheres que atuam na instituição. A cerimônia de abertura contará com a presença do Delegado Geral da Polícia Civil, Paulo Koerich. A expectativa é que mais de 300 policiais civis das Delegacias Regionais participem, além de delegações do Paraná, Rio Grande do Sul, Cuiabá, Distrito Federal e São Paulo, que confirmaram presença. O evento é promovido pela Associação da Mulher Policial Civil de Santa Catarina (AMPOC).

Para a delegada Luciana Silva Pinto Maciel, Diretora Geral da Secretaria da Segurança Pública, a comemoração, este ano, cujo tema é “Bodas de Pérola”, é uma alusão a união de um casal que permaneceu junto enfrentando todas as adversidades. “Assim somos nós, mulheres policiais! Ao longo desses 30 anos, batalhamos por melhores condições de trabalho e reconhecimento profissional em um mundo majoritariamente masculino, tendo que ajustar a estressante vida policial com a familiar. Já conseguimos muito e ainda queremos mais! E que somente com essa união é que vamos conseguir”, afirma a delegada.

A demonstração da força da mulher na segurança pública de Santa Catarina está no percentual do efetivo ativo feminino da Polícia Civil de Santa Catarina. Conforme a Gerência de Gestão de Pessoas, dos 3.438 servidores ativos na Polícia Civil de Santa Catarina (PCSC), 2.309 homens são e 1.129 mulheres. Logo, o efetivo ativo feminino da PCSC é de 32,84%. 

PROGRAMAÇÃO:

A programação prevê para esta sexta-feira palestra do jurista Rogério Greco, Procurador de Justiça de Minas Gerais. Especialista em Direito Penal (Teoria do Crime) pela Universidade de Salamanca (Espanha).Pós-Doutorado pela Universitá Degli Studi di Messina (Itália). Doutor pela Universidade de Burgos (Espanha). Mestre em Ciências Penais pela Universidade Federal de Minas Gerais - UFMG. Palestrante em congressos e universidades em todo o País.Membro eleito para o Conselho Superior do Ministério Público durante os anos de 2003, 2006 e 2008. Autor de diversas obras jurídicas. 

No sábado, 14, acontece o workshop do Grupo Tigre, da Polícia Civil do Paraná. O Grupo Tigre - Tático Integrado de Grupos de Repressão Especial - é uma unidade especial da Polícia Civil do Paraná que atua principalmente em operações específicas em delitos em que haja a figura do refém, em crimes como sequestro, roubo, cárcere privado, extorsão mediante sequestro e rapto. Considerado o mais eficiente do país e treinado sob a mística da SWAT Americana é comparado ao Grupo RAID da França.

No mesmo dia, à tarde, acontece curso de tiro a ser ministrado pela CORE do Rio de Janeiro – Coordenadoria de Recursos Especiais e palestra da Psicóloga e Digital Influencer Shirley Stamou, do Blog Garotas Modernas. Ela vai falar sobre a Autoestima da Mulher Policial Civil exercendo suas atividades. O evento termina no domingo, 15, com palestra do professor Sandro Menezes, que vai falar sobre encontro “motivacional destinado a provocar e fazer emergir autoconhecimento pessoal e profissional’.