Conecte-se

FacebookTwitterInstagramYoutube

WhatsApp Image 2020 10 26 at 09.29.30

A Polícia Civil prendeu no final da tarde de terça-feira (27) um homem de 36 anos suspeito de descumprir medida protetiva de urgência que havia sido decretada em favor de sua ex-mulher, em Brusque.

De acordo com a investigação, o suspeito estaria descumprindo a medida reiteradamente, entrando em contato com a vítima e indo até a sua casa para ameaçá-la. No sábado, o investigado teria comparecido na residência da vítima e acabou agredindo-a. Diante dos fatos, foi decretada a prisão preventiva do suspeito pela Justiça e cumprida pela Polícia Civil, por meio da Delegacia de Proteção à Criança, ao Adolescente, à Mulher e ao Idoso (DPCAMI).

 pc giro noite

A Polícia Civil cumpriu um mandado de prisão preventiva contra um homem de 29 anos, em Itajaí, por tentativa de feminicídio. A vítima foi uma mulher de 45 anos, ex-companheira do suspeito.

A ação é da Delegacia de Proteção à Criança, ao Adolescente, à Mulher e ao Idoso (DPCAMI) e foi realizada na tarde de terça-feira (27). O crime ocorreu no final de outubro. O homem também ateou fogo na casa dela, ameaçando, em tese, funcionárias do local onde esta desenvolve suas atividades de trabalho.

A mulher foi agredida com socos e teve que ser encaminhada a uma unidade hospitalar de Itajaí. Foi instaurado inquérito policial, presidido pela Delegada de Polícia Priscilla Cemim, que representou pela prisão preventiva do suspeito. A ordem foi deferida pelo Juízo da 1ª Vara Criminal da Comarca de Itajaí e cumprida. As ações de buscas contaram com o auxílio de policiais civis da Delegacia de Polícia de Ituporanga e da Guarda Municipal de Itajaí.

Para Matérias sem foto

A Polícia Civil prendeu um homem suspeito de matar um jovem e de ter tentado matar a sua mãe. A ação é da Divisão de Investigação Criminal (DIC) e foi realizada na segunda-feira (26).

A prisão se deu em cumprimento a mandados de prisão e de busca e apreensão expedidos pela Justiça. Além disso, o homem ainda responde por uma ameaça com arma de fogo realizada no último mês contra um policial civil após discussão no trânsito. As investigações continuam.

pc giro noite

A Polícia Civil cumpriu um mandado de prisão temporária expedido pela Justiça contra um homem de 32 anos por homicídio. Ele se entregou na Delegacia de Polícia de Gaspar, na presença do advogado, na segunda-feira (26). A ação é da Delegacia de Polícia de Gaspar.

O crime ocorreu no dia 11/10/2020, no bairro Margem Esquerda, após o autor ver a sua ex-mulher com um namorado na casa dela. Por ciúmes, saiu do local e retornou com uma arma de fogo e efetuando disparos. Um dos tiros atingiu um amigo do casal, que estava dentro de um veículo na frente da residência.

Embora socorrida, a vítima morreu no hospital. Desde então, o homem estava foragido. Após interrogatório, ele foi encaminhado ao Presídio Regional de Blumenau, ficando à disposição da Justiça.

WhatsApp Image 2020 10 27 at 15.23.59

A Polícia Civil estudou cada caso dos 45 feminicídios ocorridos de janeiro a outubro de 2020 em Santa Catarina, com dados sobre vítima e autor.

A análise foi feita pela Coordenadoria das DPCAMIs (Delegacia de Proteção à Criança, ao Adolescente, à Mulher e ao Idoso) em SC com base nas informações extraídas pela Diretoria de Inteligência e Informação da Secretaria de Segurança Pública (SSP).

O levantamento mostra que apenas 13,3% das mulheres registraram Boletim de Ocorrência (BO) noticiando anteriormente violência doméstica contra o autor do crime.

Na avaliação da Coordenadora das DPCAMIs, Delegada de Polícia Patrícia Zimermann D´Ávila, este índice deve ser levado em conta porque é somente através da comunicação às autoridades que a Polícia Civil consegue atuar na investigação e na repressão, evitando que essas mortes aconteçam e oferecendo novas possibilidades de desfecho para esse ciclo.

Outra conclusão importante do levantamento sobre os 45 casos de feminicídios é que 26,6% dos autores de feminicídio cometeram suicídio imediatamente ou alguns dias após o cometimento do crime.

Para a Coordenadora, isso demonstra que se trata de um problema também a ser enfrentado através de ações de prevenção, além da importante repressão a que a Polícia Civil tem se dedicado. “Um alerta é que as mulheres em situação de violência entendam sobre como reconhecer sinais de agressividade e busquem ajuda no momento certo”, enfatiza a Delegada.

A relação da vítima com autor

O estudo também traz qual era a relação da vítima com autor e mostra que 80% delas mantinham uma relação amorosa com o autor e 26,6% tinham filhos com ele. A idade mostra que essas mulheres eram jovens, 44,4% eram menores de 35 anos.

Medidas de prevenção

O estudo vem como uma medida de prevenção e alerta à sociedade catarinense. A Polícia Civil está fortalecendo as suas ações internas para o combate aos feminicídios com o planejamento de medidas como o cumprimento de mandados de prisões e requerimentos de medidas protetivas e também em projetos com outras instituições e órgãos do Estado e pelo País. Também estão sendo feitas capacitações com grupos de mulheres (como as do campo) e reuniões com os Delegados de Polícia das DPCAMIs.

“Gostaria de chamar a atenção de você mulher que reflita sobre a situação da sua convivência com o seu parceiro íntimo. Se essa relação é conflituosa, abusiva, agressiva, peça ajuda”, conclama a Delegada.

Grupos de homens

Em outra frente, a Polícia Civil também tem investido nas ações de prevenção à violência com os grupos de homens.

Confira o depoimento da Coordenadora das DPCAMIs, Delegada de Polícia Patrícia Zimermann D´Ávila. 

DENUNCIE

Violência contra à mulher

181

WhatsApp (48) 98844-0011

https://delegaciavirtual.sc.gov.br/

WhatsApp Image 2020 10 27 at 15.23.58

WhatsApp Image 2020 10 06 at 16.06.19