Conecte-se

FacebookTwitterInstagramYoutube

viatura2

Nesta segunda-feira (11), a Polícia Civil de Santa Catarina prendeu temporariamente o suspeito de ter praticado o homicídio de um homem, ocorrido na quinta-feira (7) em Balneário Camboriú, motivado por uma dívida decorrente de uma transação de Bitcoin. A investigação é da Divisão de Investigação Criminal (DIC/PCSC) de Balneário Camboriú.

A vítima tinha 45 anos e foi encontrada dentro do seu carro morta com um tiro, na manhã da sexta-feira (10). Segundo a investigação, o suspeito efetuou um disparo com arma de fogo e depois saiu do local, após ter recolhido todos os objetos que pudessem incriminá-lo.

Ainda na sexta-feira, a Polícia Civil já tinha identificado o suposto suspeito. No sábado, a prisão foi deferida pela Justiça e, no domingo, a Polícia Civil começou as tratativas com o advogado do suspeito, com a finalidade de conseguir a sua apresentação na Delegacia de Polícia, o que aconteceu nesta segunda-feira pela manhã.

O inquérito está em andamento e deve ser concluído no prazo legal de 30 dias. O preso foi encaminhado para o Presídio de Itajaí e permanece à disposição da Justiça.

4b0d30d9 3680 441a ac91 1d5a3e3b8bc4

Na manhã desta quinta-feira (07), policiais civis da Delegacia de Polícia da Capital – Continente e do Núcleo de Combate a Estelionatos da Capital (NUCE/PCSC), prestaram apoio à Polícia Civil do Mato Grosso (Gerência de Combate ao Crime Organizado) em Balneário Camboriú, litoral Norte.

Foi dado cumprimento a um mandado de prisão expedido pela Justiça do MT contra um homem de 65 anos. Após os procedimentos, o preso foi conduzido ao Presídio de Itajaí. O apoio faz parte da Operação “Resarcire” desencadeada nesta quinta-feira pela Polícia Civil do Mato Grosso (PCMT).

Segundo divulgou a PCMT, a ação cumpre 28 mandados judiciais contra alvos de uma organização criminosa voltada à prática de crimes de estelionato. Conforme a PCMT, as ordens de prisões, buscas e apreensões, sequestros de bens e bloqueios de contas bancárias são cumpridas em Mato Grosso, São Paulo e Santa Catarina, e contam com apoio das polícias civis dos respectivos Estados. As investigações efetuadas pela GCCO identificaram uma organização criminosa que se especializou em golpes de estelionato utilizando um site de compra e venda e também por meio da clonagem de anúncios.

WhatsApp Image 2021 09 30 at 18.24.39

Nesta quinta-feira (30), a Polícia Civil de Santa Catarina, por meio da Delegacia de Repressão e Antissequestro (DRAS) da DEIC, com apoio da Delegacia de Polícia de Porto Belo, prendeu um dos autores do roubo a uma agência bancária, ocorrido na semana passada, em Porto Belo. Os outros dois homens que eram investigados por esse crime foram mortos, na noite da quarta-feira (29), durante troca de tiros, quando entraram em confronto com a Polícia Militar, em Balneário Barra do Sul.

As investigações, que vinham sendo realizadas em conjunto com a DRAS/ DEIC, resultaram em diversas ações, como cumprimento de medidas cautelares, mandado de busca e apreensão e expedição de prisão temporária de investigados.

Na dinâmica do crime, acredita-se que o homem, que foi preso nesta quinta-feira, era quem conduzia o veículo utilizado para fuga dos outros comparsas, durante a operação de assalto à mão armada.

A Polícia Civil continua realizando outras diligências e medidas cautelares, que estão em andamento, para esclarecer o crime em sua totalidade e concluir a investigação dentro do prazo legal.

imagem matéria

Na manhã desta quinta-feira (9), a Polícia Civil de Santa Catarina apreendeu três armas de fogo, cocaína e prendeu um homem de 41 anos de idade, que estava foragido desde 2019, quando teve sua prisão preventiva decretada em ação penal por tráfico de drogas. Os mandados de busca e apreensão foram cumpridos em um sítio em Ituporanga pelos Policiais Civis das Delegacias de Porto Belo, Bombinhas, Divisão de Investigação Criminal de Rio do Sul e Núcleo de Operações com Cães da Polícia Civil. 

Além disso, o homem que estava foragido portava Carteira Nacional de Habilitação falsa, sendo preso em flagrante por porte ilegal de arma de fogo e uso de documento falso. 

As investigações começaram após a Polícia Civil de Porto Belo ter conhecimento da ocorrência de disparo de arma de fogo e ameaça ocorrido no município no dia 7 de agosto.

Após a apuração da autoria, foi identificado que o autor é proprietário de um sítio na cidade de Ituporanga, que estava armazenado armas de fogo e que um foragido da justiça trabalhava para ele. Diante disto, representou-se pela expedição de mandados de busca e apreensão nas residências do investigado na cidade de Porto Belo, bem como no sítio em Ituporanga.

O autor do crime não foi localizado, mas responderá inquérito policial por tráfico,  associação para o tráfico e posse ilegal de arma de fogo. 

Cópia de meu CARD MODELO NOVO 68

As delegacias de Polícia dos municípios de Camboriú e Penha irão receber Salas Lilás, que são espaços destinados ao acolhimento e ao atendimento especializado para mulheres, crianças, adolescentes e idosos vítimas de violência.

Nesta quinta-feira (2), o Delegado-Geral Adjunto, Fernando Callfass, a coordenadora das Delegacias de Proteção à Criança, ao Adolescente, à Mulher e ao Idoso (DPCAMIs), Delegada de Polícia Patrícia Zimmermann e a Diretora da Academia de Polícia Civil, Delegada de Polícia Ester Fernanda Coelho, visitaram as delegacias de Polícia Civil dos municípios de Penha e Camboriú para tratar da instalação das Salas Lilás.

Além disso, uma visita institucional foi realizada na DPCAMI de Balneário Camboriú para tratar dos trabalhos realizados pela unidade policial. No final do dia, os representantes da Polícia Civil visitaram também a Prefeitura Municipal de Camboriú, onde foram recebidos pelo prefeito, Élcio Rogério Kuhnen, que se colocou à disposição para ser parceiro da Polícia Civil na execução dos projetos. 

No total, o planejamento da Delegacia-Geral de Polícia Civil é que sejam instaladas seis novas salas Lilás até o final do ano de 2021. Além das salas de Penha e Camboriú, está prevista ainda a instalação de novos espaços nas delegacias dos municípios de Xaxim, Timbó, Fraiburgo e Capinzal.

WhatsApp Image 2021 09 02 at 16.52.47

Foto na DPCAMI de Balneário Camboriú com as Delegadas de Polícia Ruth Henn e Inara Danielle Marques Drapalski.

WhatsApp Image 2021 09 02 at 18.02.03

Foto na prefeitura de Camboriú com o prefeito Elcio Rogerio Kuhnen.

WhatsApp Image 2021 09 02 at 17.23.30

Delegacia da Comarca de Camboriú: Delegado Gustavo Pereira, Delegado Ricardo Labes, Delegada Patrícia Zimmermann, Delegada Ester Coelho, Delegado Regional de Balneário Camboriú, Giancarlo Rossini, advogada Kátia Quintanilha, Delegado-Geral Adjunto, Fernando Callfass, Promotora de Justiça Greicia Malheiros e Delegada de Polícia Giselle Cristiane Costa Lima.

WhatsApp Image 2021 09 02 at 13.38.48

Delegacia de Penha: Secretario da Adminstração, Jaylon Jander, Vereador Everaldo Dal Posso, ex-vereador Isac da Costa, Delegada Patrícia Zimmermann, Delegada Ester Coelho, Delegado de Polícia Rodolfo Farah Valente Filho, Agente de Polícia Cintia, Delegado-Geral Adjunto, Fernando Callfass, Prefeito de Penha, Aquiles da Costa, e a primeira-dama, Sara Souza e a vice-prefeita de Penha, Maria Juraci Alexandrino.