viatura2

Nesta segunda-feira (11), a Polícia Civil de Santa Catarina prendeu temporariamente o suspeito de ter praticado o homicídio de um homem, ocorrido na quinta-feira (7) em Balneário Camboriú, motivado por uma dívida decorrente de uma transação de Bitcoin. A investigação é da Divisão de Investigação Criminal (DIC/PCSC) de Balneário Camboriú.

A vítima tinha 45 anos e foi encontrada dentro do seu carro morta com um tiro, na manhã da sexta-feira (10). Segundo a investigação, o suspeito efetuou um disparo com arma de fogo e depois saiu do local, após ter recolhido todos os objetos que pudessem incriminá-lo.

Ainda na sexta-feira, a Polícia Civil já tinha identificado o suposto suspeito. No sábado, a prisão foi deferida pela Justiça e, no domingo, a Polícia Civil começou as tratativas com o advogado do suspeito, com a finalidade de conseguir a sua apresentação na Delegacia de Polícia, o que aconteceu nesta segunda-feira pela manhã.

O inquérito está em andamento e deve ser concluído no prazo legal de 30 dias. O preso foi encaminhado para o Presídio de Itajaí e permanece à disposição da Justiça.