Conecte-se

FacebookTwitterInstagramYoutube

WhatsApp Image 2021 04 16 at 11.58.43

Na manhã desta sexta-feira (16), a Polícia Civil de Santa Catarina desencadeou a Operação “@Express” para desmantelar uma organização criminosa responsável pelo tráfico interestadual de drogas sintéticas. O bando enviava entorpecentes a partir do litoral catarinense, na região de Balneário Camboriú, para diversos Estados do País. A investigação é da Divisão de Investigação Criminal (DIC) de Balneário Camboriú.

Cerca de 170 policiais civis de várias regiões do Estado estão mobilizados para cumprir 60 mandados judiciais, sendo 39 mandados de busca e apreensão e 21 e mandados de prisão. As ordens são cumpridas em Balneário Camboriú, Camboriú, Itajaí, Laurentino e Curitiba, no Paraná.

Apreensões

Cerca de R$ 900 mil R$ em dinheiro apreendidos, 100 mil comprimidos de ecstasy recolhidos e 13 prisões efetuadas. A investigação durou mais de um ano e meio pela DIC.

Integração

A investigação contou com a integração nos trabalhos entre a Polícia Civil, a Polícia Federal e a Receita Federal, o que foi essencial para o resultado alcançado.

O Delegado Geral da Polícia Civil de SC, Paulo Koerich; o Delegado da DIC de Balneário Camboriú, Vicente Soares e o Delegado Regional de Polícia de Balneário Camboriú, Giancarlo Rossini falaram sobre a operação na manhã desta sexta-feira, em Balneário Camboriú.

WhatsApp Image 2021 04 16 at 07.30.10 2WhatsApp Image 2021 04 16 at 11.56.46

WhatsApp Image 2021 04 16 at 11.56.45

WhatsApp Image 2021 04 16 at 07.30.10

WhatsApp Image 2021 04 16 at 07.30.10 1

WhatsApp Image 2021 04 16 at 07.30.10 3

WhatsApp Image 2021 04 16 at 07.30.10 4

Captura de Tela 2021 04 12 as 12.44.37 copia

A Polícia Civil prendeu um empresário pela prática do crime de receptação qualificada, em Camboriú. A prisão foi realizada pela Divisão de Furtos e Roubos da Delegacia da Comarca de Brusque, na sexta-feira (09).

A prisão foi em decorrência de investigação de um delito de furto a estabelecimento comercial ocorrido no centro de Brusque, no mês de março, sendo que naquela oportunidade foram subtraídos 12 aparelhos celulares, avaliados em aproximadamente R$ 20.000,00.

Conforme apurado, pelo menos 03 dos aparelhos foram comercializados ou estavam expostos para a venda na loja localizada no bairro Monte Alegre, em Camboriú.

O empresário foi autuado em flagrante e encaminhando para a Unidade Prisional de Brusque.

WhatsApp Image 2020 06 04 at 11.08.45

A Polícia Civil cumpriu a prisão em Santa Catarina de um homem foragido por roubo da Comarca de Cruz Alta, no Rio Grande do Sul. A captura ocorreu na quarta-feira (07), no bairro Universitário, em Tijucas.

A prisão foi realizada pela Delegacia de Polícia da Comarca de Tijucas a partir de denúncias anônimas à Polícia Civil. O homem tem passagens por roubos.

Denuncie
181 Disque Denúncia
WhatsApp (48) 98844-0011

WhatsApp Image 2020 06 09 at 15.17.08

A Polícia Civil apreendeu um adolescente investigado por atos infracionais análogos a crimes de furto e também com indícios de envolvimento com tráfico de drogas, na orla da Praia de Bombas e no Centro de Bombinhas.

A ação foi por meio da Delegacia de Polícia de Bombinhas, na terça-feira (06), após investigação que demonstrou a reiteração de atos infracionais graves, razão pela qual foi representado pela internação provisória do adolescente, deferida pela Justiça após parecer favorável do Ministério Público.

Segundo o Delegado de Polícia Ricardo Melo, a internação provisória se dá por um período de 45 dias, ficando a critério da Justiça a definição do período total ou de eventuais outras medidas socioeducativas.

A investigação visa a apurar também os responsáveis pela corrupção de menor. O adolescente foi encaminhado para uma unidade do Departamento de Administração Socioeducativo. (DEASE).

logobanner

A Polícia Civil concluiu esta semana um inquérito policial que apurou a prática da farra do boi desde 2020. Foi identificada uma associação criminosa voltada à prática de crimes ambientais, não só em Bombinhas, mas em toda região, incluindo Porto Belo, Tijucas e Governador Celso Ramos. A ação é da Delegacia de Polícia de Bombinhas, litoral Norte de Santa Catarina.

Foram identificados na investigação o responsável pelo fornecimento dos animais em Tijucas, o responsável em São José, na Grande Florianópolis, pelos transportes dos animais e um organizador da farra do boi em Bombinhas. Além destes, também diversas pessoas que financiam ou participam da farra propriamente dita.

Indiciamentos

Os investigados foram indiciados, além do crime de maus-tratos, também por associação criminosa, receptação e adulteração de sinal identificador de veículo automotor.

Segundo o Delegado de Polícia Ricardo Melo, tal prática constitui crime, infração administrativa com pena de multa de até R$ 10.000,00 e, em caso de reiteração, poderá ser representado à Justiça pela prisão preventiva dos envolvidos.