COLETE TRÁS

Na tarde de segunda-feira (28), a Polícia Civil efetuou a prisão em flagrante de um homem de 19 anos, em Campos Novos. Ele é suspeito de quatro mortes de cães, em Campos Novos.

No início de março, a Polícia Civil foi comunicada pelo grupo ANA acerca de um jovem que estaria recolhendo animais de rua e que havia suspeita de que ele os maltratava, havendo suspeitas no sentido de que os animais estariam sendo mortos.

A Polícia Civil efetuou diligências e identificou a casa dele. Na ocasião, nada que pudesse comprovar a suspeita foi confirmada, tendo o suspeito informado que realmente recolhia os animais abandonados. Porém, alegou que o fazia com a finalidade de utilizá-los para caçar e que, após a caçada, soltava-os. Na oportunidade, nenhum cão foi encontrado no local.

Na segunda-feira, a Polícia Civil foi comunicada acerca do encontro, na casa do suspeito, de um recipiente contendo um órgão semelhante a um coração de animal, efetuando a apreensão e encaminhando o órgão para a perícia. Após a apreensão do recipiente, a Polícia Civil foi comunicada por um familiar dele que este estaria dentro de um banheiro da sua casa com um cachorro amarrado em uma corda e que também estaria com uma faca e com um saco de lixo.

A Polícia Civil se deslocou ao local, verificando que ele teria saído da residência. A Polícia Civil o encontrou próximo a um galpão crioulo. Ele se encontrava apenas com seu cão de estimação e com uma corda. Durante a abordagem, os policiais verificaram que a corda apresentava vestígios de sangue, havendo vestígios também nas roupas e nas mãos dele. O suspeito confessou que havia matado o animal, mostrando o local em que o havia deixado.

Com a indicação do local, a Polícia Civil se deslocou até a localidade, tratando-se de uma mata às margens da rodovia. No local, a equipe visualizou uma pedra, a qual, segundo o homem, foi utilizada para atingir o animal. Enquanto manuseava a pedra, um policial civil escutou uma respiração, descobrindo que o animal se encontrava vivo embaixo de galhos, matos e a pedra utilizada para feri-lo.

Assim que localizado, o animal foi levado para atendimento veterinário. Na Delegacia de Polícia, durante o interrogatório, o homem confessou que matou, no total, 04 cães. Com a informação, a Polícia Civil comunicou a ANA, cuja equipe localizou a ossada de três animais. Ele foi preso em flagrante pelo crime de maus-tratos referente ao animal encontrado, sendo também imputado a ele a prática de 04 crimes de maus-tratos.