Conecte-se

FacebookTwitterInstagramYoutube

c447d3ca 27db 40f3 9a6f 5d4c0d6834ab

Esta semana, durante três dias, a Polícia Civil realizou a operação “Difron Segura Echo” no Oeste de Santa Catarina. A ação inspecionou veículos oriundos da região de fronteira com o Paraguai e a Argentina.

Nas inspeções foram apreendidos mais de 25 quilos de maconha em um ônibus na rodoviária de Chapecó, que resultaram em prisão em flagrante pela conduta de tráfico de drogas. Já nos apoios prestados às delegacias e especializadas, foram apreendidos uma arma de fogo e 300 gramas de cocaína e maconha, resultando na prisão de 4 pessoas.

A operação é da Diretoria de Polícia da Fronteira (DIFRON/PCSC), Coordenadoria de Operações Policiais com Cães (COPC/PCSC), Coordenadoria de Operações e Recursos Especiais (CORE/PCSC) e Serviço Aeropolicial de Fronteira (SAERFRON/PCSC).

Também houve apoio às Delegacias e Especializadas da região da DIFRON/PCSC. As inspeções ocorreram em Chapecó, Pinhalzinho, Campo Erê, São Lourenço do Oeste, Quilombo, Xanxerê e Abelardo Luz. Em apoio às Delegacias e Especializadas, foram realizadas operações em Faxinal dos Guedes, Ponte Serrada, São Carlos, Concórdia e Itá.

WhatsApp Image 2022 05 11 at 17.56.07

Nesta quarta-feira (11), a Polícia Civil de Santa Catarina, por meio do Serviço Aeropolicial de Fronteira (SAER/PCSC), participou de uma ação conjunta de fiscalização que resultou na apreensão de aproximadamente 550 caixas de cigarros contrabandeados e na prisão em flagrante do condutor do veículo no qual a carga foi encontrada, em Chapecó.

As ações foram realizadas em vários pontos do Oeste com a Polícia Rodoviária Federal. O veículo suspeito foi abordado por volta das 12h30min, na BR-480, rodovia que dá acesso a Chapecó.

Durante a revista ao veículo, foi constatado que o motorista transportava grande quantidade de cigarros contrabandeados, possivelmente com origem do Paraguai. O condutor do caminhão foi preso pelo crime de contrabando. Constatou-se também que o veículo utilizava placas de outra carreta. O homem preso foi encaminhado para a Delegacia da Polícia Federal em Chapecó.

WhatsApp Image 2022 05 11 at 17.56.08

WhatsApp Image 2022 05 10 at 19.18.04

A Polícia Civil realizou a prisão em flagrante de um homem de 20 anos na rodoviária de Chapecó, no Oeste. A prisão ocorreu na terça-feira (10).

O suspeito foi identificado em posse de 25 quilos de maconha, quando estava em um ônibus. Ele era responsável pelo transporte da droga que seria entregue em Porto Alegre (RS). As drogas foram localizadas pelo emprego de cães de detecção da Policia Civil.

Após a prisão, o suspeito foi encaminhado para a Central de Plantão de Chapecó. Participaram da ação policiais civis da Coordenadoria de Operações com Cães (COPC/PCSC), Coordenadoria de Operações e Recursos Especiais (CORE/PCSC) e Diretoria de Polícia da Fronteira (DIFRON/PCSC).

Viaturas 16z

A Polícia Civil, por meio da Delegacia de Repressão a Roubos e Furtos de Chapecó, com o apoio da Polícia Militar, prendeu preventivamente na madrugada desta terça-feira (03) um homem suspeito de ser o responsável por um roubo à farmácia, no centro de Chapecó, e de outros três furtos a estabelecimentos comerciais.

No dia 27 de março, o suspeito entrou em uma farmácia, no centro, e se apoderou de objetos. No entanto, quanto o gerente tentou impedir a subtração dos bens, foi agredido com socos.

Na madrugada de 31 de março, com uma escada, o suspeito subtraiu diversos objetos de um comércio no bairro Maria Goretti. No dia 03 de abril, após arrombar um estabelecimento que comercializa frutas, no bairro Passo dos Fortes, o suspeito, ainda durante a madrugada, subtraiu dinheiro em espécie, além de outros objetos que estavam no interior do imóvel.

Na madrugada de 04 de abril, após arrombar uma farmácia, no bairro Maria Goretti, o investigado subtraiu aparelhos de telefonia celular e dinheiro.

A Polícia Civil instaurou inquérito policial. Policiais civis da Delegacia de Repressão a Roubo e Furtos de Chapecó identificaram o suspeito, que foi reconhecido pela vítima do roubo à farmácia. A Polícia Civil representou pela prisão preventiva do homem. A medida foi deferida pelo Judiciário após manifestação favorável do membro do Ministério Público e o homem preso. O inquérito policial será concluído em até dez dias.

99225dbf b03b 4d90 b2f7 3108337cac10

A Polícia Civil de Santa Catarina, através da Delegacia de Proteção à Criança, ao Adolescente, à Mulher e ao Idoso (DPCAMI/PCSC) de Chapecó, concluiu um inquérito policial e indiciou a mãe e o padrasto da criança que faleceu após cair da janela do quarto andar.

A Polícia Civil foi acionada no dia 08/04/2021, aproximadamente às 20h, para atender a uma ocorrência, onde uma menina de cinco anos havia caído da janela do apartamento em que residia. No mesmo instante, foi instaurado procedimento investigatório e iniciou-se a busca de informações a fim de esclarecer todas as circunstâncias que teriam resultado na morte da criança.

Foram realizadas diversas diligências, entre depoimentos de vizinhos, familiares e investigados, produzido relatório de investigação, bem como perícias através da Polícia Científica.

Nesta terça-feira (26), o inquérito policial foi concluído. Após analisar todos os elementos investigatórios produzidos, a Polícia Civil indiciou a mãe e o padrasto da criança pelo crime de abandono de incapaz, com resultado morte, Artigo 133, §2º do Código Penal, o qual tem pena prevista de 4 a 12 anos de reclusão. O inquérito policial foi encaminhado ao Poder Judiciário.