Conecte-se

FacebookTwitterInstagramYoutube

Viatura 12y

Na tarde de segunda-feira (18), a Polícia Civil, através da Delegacia de Polícia de Repressão a Roubos e Furtos de Chapecó (DRF/Fron), cumpriu a prisão preventiva de um homem de 30 anos, natural do município de Maravilha, que estava com mandado de prisão preventiva em aberto pela prática de diversos crimes de estelionato.

A ordem judicial foi expedida pela 1ª Vara Criminal da Comarca de Chapecó. O homem foi preso no bairro Passo dos Fortes e encaminhado à Polícia Científica para exame de corpo de delito. Depois, foi encaminhado ao estabelecimento prisional de Chapecó, onde permanecerá à disposição da Justiça. O inquérito policial tramita na 3ª Delegacia de Polícia de Chapecó.

WhatsApp Image 2022 04 06 at 22.25.16

Na tarde de quarta-feira (06), após um roubo a uma cooperativa no interior de Planalto Alegre, no Oeste, as forças policiais se mobilizaram na região para a localização dos suspeitos que estariam com um veículo e outros pertences das vítimas.

Durante as buscas, em Chapecó, a equipe do helicóptero SAER-FRON da Polícia Civil localizou o veículo VW/Polo que havia sido roubado. Iniciou-se uma perseguição com o helicóptero da Polícia Civil até o momento que o veículo capotou e os dois assaltantes entraram em um matagal empreendendo fuga.

Neste momento, foi realizado o cerco com equipes da Polícia Civil, Polícia Militar e Guarda Municipal de Chapecó (canil), sendo os suspeitos localizados e presos.

Também foram localizados e apreendidos a arma de fogo utilizada no roubo, um aparelho celular e um malote contendo dinheiro que havia sido roubado.

Os suspeitos, de 22 anos e de 18 anos, e os objetos apreendidos foram encaminhados para a Central de Plantão Policial da Polícia Civil de Chapecó. Os presos são suspeitos de outros roubos na região Oeste, o que será apurado pela Polícia Civil.

WhatsApp Image 2022 04 06 at 22.25.15

WhatsApp Image 2022 04 06 at 22.25.14

 WhatsApp Image 2022 03 28 at 10.43.31

Na tarde de sábado (26), as Polícias Civil e Militar receberam informações de que um homem teria sido vítima de tentativa de homicídio, na região do Porto Goio-Ên, em Chapecó, no Oeste, e os suspeitos teriam fugido em um veículo. Também havia informações que a vítima teria se escondido ferida em uma mata.

Foram realizadas buscas pelo veículo utilizado pelos suspeitos e pela vítima que estaria ferida com golpes de faca.

Durante as diligências, a equipe do helicóptero SAERFron da Polícia Civil localizou o veículo em fuga na BR-283, saída para a cidade de Planalto (RS), sendo abordados dois suspeitos, de 26 anos e 17 anos, os quais foram encaminhados para a Central de Plantão da Polícia Civil, com o apoio da Polícia Militar.

Logo após, a vítima (um homem de 30 anos), foi localizada em um loteamento próximo ao Porto Goio-Ên, foi socorrida pelas equipes do SARA, SAERFron e SAMU, e encaminhada em estado grave para o Hospital Regional de Chapecó. O suspeito de 26 anos foi autuado em flagrante por tentativa de homicídio e o adolescente apreendido.

Segundo a coordenação do SAERFron/PCSC, em ocorrências dessa natureza, a delimitação da região das buscas e o sucesso na localização dos suspeitos contam com a troca de informações e o apoio que é prestado pelo Núcleo de Inteligência da Polícia Civil, que atua junto ao SAERFron/PCSC, auxiliando a equipe operacional no helicóptero.

WhatsApp Image 2022 03 23 at 13.25.45

A 1ª Delegacia de Polícia de Fronteira de Chapecó prendeu na noite de terça-feira (22) dois homens, um de 22 anos e outro de 23 anos, por tráfico de drogas e tentativa de homicídio contra um delegado de polícia e policial civil em ocorrência no Distrito de Marechal Bormann, em Chapecó.

Após investigação que começou no início de março, foi constatada uma movimentação típica de tráfico de drogas na casa de um dos suspeitos, o que chamou a atenção dos policiais.

Na tarde de terça-feira (22), a equipe da Polícia Civil percebeu que um dos suspeitos pegou uma mochila em um matagal na frente da residência, enquanto o outro aguardava dentro do carro.

Após a prisão do suspeito que estava com a mochila em mãos, foi abordado o outro suspeito que dirigia veículo, mas ele não atendeu à ordem de parada e acelerou o carro propositalmente em direção ao delegado e o policial, atingindo de raspão o delegado, causando lesões e fugindo a pé para o matagal após abandonar o carro.

Dentro da mochila havia em torno de 2 kg de cocaína, quase meio quilo de maconha e 200 gramas de crack.

O suspeito que atentou contra a vida dos policiais e fugiu foi localizado pouco tempo depois na casa da namorada no bairro Passo dos Fortes, operação que contou com o apoio do Tático da Polícia Militar.

Os dois presos em flagrante foram levados para a Central de Plantão Policial, sendo ambos indiciados por tráfico de drogas e o de 23 anos por tentativa de homicídio qualificado também.

fe529e75 c5c1 4c40 b93f 08d8b679661a

Na manhã desta terça-feira (22), a Polícia Civil de Santa Catarina, por meio da Divisão de Investigação Criminal (DIC/PCSC) de Chapecó, deflagrou uma nova fase da operação “Imperadores”. O objetivo é apurar crimes de tráfico de drogas ilícitas, organização criminosa e lavagem de dinheiro. Foram cumpridos três mandados de busca e apreensão em Chapecó, no Oeste, e outro em Porto Belo, litoral Norte. 

Além da colheita de elementos probatórios, durante as buscas foram apreendidas cocaína e munições. A mãe de um dos investigados foi presa em flagrante. A ação contou com o apoio da Delegacia de Roubos e Furtos de Chapecó, da DIC/PCSC de Maravilha e do Núcleo de Operações com Cães (NOC/PCSC) de São Lourenço do Oeste.

Os dois principais investigados, um homem e uma mulher suspeitos de serem responsáveis pelo tráfico de cocaína no interior de Santa Catarina e no Rio Grande do Sul, foram presos pela Polícia Civil de Santa Catarina no dia 21 de fevereiro deste ano, na primeira fase da operação. Nos últimos dias, o Poder Judiciário determinou a prorrogação das prisões de ambos, que se encontram no Presídio de Chapecó. 

Os dois presos seriam os responsáveis pelos 76 quilos de cocaína apreendidos em julho do ano passado em Chapecó. O nome da operação “Imperadores” faz alusão à outra operação realizada contra o mesmo casal, no ano de 2006, pela Polícia Federal. Naquela ocasião, eles foram presos pelo tráfico de sete quilos de cocaína.

A DIC/PCSC de Chapecó prossegue na apuração, inclusive para a identificação de outros membros da organização criminosa.