Conecte-se

FacebookTwitterInstagramYoutube

0000000000000000000000000000000000125555

A Polícia Civil de Concórdia concluiu e enviou ao Judiciário um inquérito policial que investigou tentativas de homicídios ocorridas nos dias 22/12/2021 e 4/1/2022, ambas no interior de Concórdia, além dos crimes de porte ilegal de arma de fogo de uso permitido. A investigação é da Divisão de Investigação Criminal (DIC Fron/PCSC) de Concórdia.

Os investigados, de 30 anos e 33 anos, foram presos em flagrante. Já o investigado, de 58 anos, foi preso temporariamente por figurar como mandante dos crimes.

No inquérito policial, a Polícia Civil apurou que o mandante contratou um dos presos para matar a vítima. Porém, nas duas ocasiões a vítima não foi atingida por nenhum disparo. Além disso, constatou-se que o mandante havia adquirido e fornecido dois revólveres para o atirador utilizar nos crimes.

Houve indiciamento do mandante por dois homicídios dolosos na forma tentada e porte ilegal de arma de fogo de uso permitido, de um dos presos por dois homicídios dolosos na forma tentada e porte ilegal de arma de fogo de uso permitido e do terceiro preso por homicídio doloso na forma tentada e porte ilegal de arma de fogo de uso permitido.

A Polícia Civil representou pela conversão da prisão temporária do mandante em prisão preventiva, assim como pela manutenção da prisão preventiva dos outros dois indiciados. Todos estão no Presídio de Concórdia.

0000000000000000000000000000000000000000022222223

Nesta quinta-feira (13), a Polícia Civil de Santa Catarina cumpriu em Concórdia, no Meio-Oeste do Estado, um mandado de busca e apreensão expedido pelo Poder Judiciário. A finalidade foi a de apreender instrumentos e objetos relacionados ao suposto crime de violação de direito autoral, mediante reprodução de obras de arte, com intuito de lucro, sem autorização expressa do artista ou de quem os represente.

A ação é do Setor de Investigações e Capturas da Delegacia de Polícia de Concórdia, com o apoio da DPCAMI/PCSC de Concórdia e da Delegacia de Polícia de Irani.

No local foram apreendidos diversos objetos, como obras impressas, impressora e equipamentos eletrônicos, os quais serão devidamente periciados a fim de esclarecer a sua natureza e coletar demais evidências. Nenhuma pessoa foi presa. Os responsáveis foram intimados para prestarem esclarecimentos, pois ausente o estado flagrancial. A apuração dos fatos segue no devido procedimento policial.

0000000000000000000000000000000000000000022222223333

000000000000000000000000000000000000000002222222333333

banner3

Policiais civis da Delegacia de Proteção à Criança, ao Adolescente, à Mulher e ao Idoso (DPCAMI/Fron de Concórdia) deflagraram a última etapa da operação “Aprendiz”. A ação, realizada na terça-feira (21), é destinada a coibir a prática dos crimes de tráfico de drogas e de corrupção de menores no município de Concórdia.

Dois homens foram presos em razão da operação, na terça-feira. Nesta quarta-feira (22), por volta das 06h30, outros dois homens foram presos no Bairro Vista Alegre. Além disso, uma mulher já havia sido presa na primeira etapa da operação.

No total, cinco pessoas foram presas na operação pela prática do crime de tráfico de drogas e associação para o tráfico. O nome da operação faz referência ao modo pelo qual os traficantes têm agido, ou seja, corrompendo adolescentes para atuarem, na condição de “Aprendiz”, na venda de drogas ilícitas.

84b875a3 1dea 495e 8711 ae58285ce11c

Pelo sexto ano consecutivo, a Polícia Civil em Concórdia realizou campanha solidária de Natal com o tema “Faça uma criança mais feliz. Doe um brinquedo e multiplique sorrisos”. Com a arrecadação de brinquedos novos e usados em bom estado, foi possível presentear cerca de 220 crianças no bairro Frei Lency e no respectivo CMEI (Centro Municipal de Educação Infantil).

Esta foi a maior edição da campanha, que contou com a participação da iniciativa privada, da população em geral e de colaboradores da Polícia Civil da região. Girassol Presentes, Smart Brinquedos, Rota Kids e Lactalis foram importantes parceiros da campanha em 2021.

ac549536 df81 40aa a976 11af65724d5f

17e517c5 dba2 4fec bf6c 737ad77c13c1

b83c012e 0572 46e2 8362 d0ebe2654c8e

 

 WhatsApp Image 2021 12 08 at 18.34.35

Na manhã desta quarta-feira (08), um homem confessou a morte da namorada, relatou que a asfixiou com uma cinta e jogou o corpo no rio Uruguai, nas proximidades da SC-469, no município de Alto Bela Vista, no Meio-Oeste de Santa Catarina.

A vítima estava desaparecida desde a noite do dia 02/12/2021. Policiais civis de Santa Catarina investigavam o suspeito, que estava foragido e em trânsito pelas cidades de Florianópolis, Caxias do Sul (RS) e, na noite de terça-feira (07), no município gaúcho de Antônio Prado (RS), local em que foi abordado pela Brigada Militar do RS e conduzido até a Delegacia de Polícia de Caxias do Sul (RS) em virtude de delito de resistência e fuga à abordagem policial.

Após seu veículo ser periciado pelo IGP, já pela manhã, o suspeito optou, na presença de defensor, confessar o crime, apontando o local em que o corpo foi largado, no leito do rio, com uma pedra amarrada para evitar flutuação. Equipes de resgate de SC fazem buscas no local, acompanhadas pela DIC/PCSC, SIC/PCSC e DPCAMI/PCSC de Concórdia.

A DPCAM/PCSC representou ao Poder Judiciário pela prisão preventiva do suspeito, que foi deferida. O preso foi transferido do RS para Concórdia.

A ação contou com a atuação conjunta da Polícia Civil do Rio Grande do Sul, Brigada Militar e PCSC.