Conecte-se

FacebookTwitterInstagramYoutube

WhatsApp Image 2021 04 14 at 12.58.49

A Polícia Civil localizou uma estufa de drogas e apreendeu cerca de trinta pés de maconha. Foi na terça-feira (13), na Papaquara (Norte da Ilha de SC), em Florianópolis. A ação foi realizada pela Delegacia de Combate às Drogas (DECOD) da Capital.

Na residência se encontrava um casal, tendo o homem assumido a propriedade da droga.

Um inquérito policial foi instaurado para apurar os fatos.

WhatsApp Image 2021 04 14 at 12.58.47

 rainhadecopas

Na manhã desta quarta-feira (14), a Polícia Civil de Santa Catarina presta apoio à Polícia Civil do Rio de Janeiro (PCRJ) para o cumprimento de mandados judiciais em Santa Catarina referentes à Operação “Rainha de Copas”.

São cumpridos dois mandados de busca e apreensão expedidos pela Justiça do Rio de Janeiro nas cidades de Florianópolis, em Jurerê Internacional (norte da Ilha de Santa Catarina) e em Balneário Camboriú, litoral Norte do Estado, em uma cobertura.

Atuam policiais civis da Delegacia de Repressão ao Crime Organizado (DRACO) da Diretoria Estadual de Investigações Criminais (DEIC/PCSC) e da Divisão de Investigação Criminal (DIC/PCSC) com policiais civis do Rio de Janeiro. Em Florianópolis, foram apreendidos dois veículos.

A investigação é da Delegacia de Combate às Organizações Criminosas e à Lavagem de Dinheiro – DCCO-LD, através do Departamento Geral de Combate à Corrupção, ao Crime Organizado e à Lavagem de Dinheiro – DGCOR-LD da Polícia Civil do Rio de Janeiro.

Segundo a PCRJ, a ação tem por objetivo cumprir quatro mandados de busca e apreensão em dois estados e promover bloqueio de contas, valores e sequestro de bens de suspeitos de organização criminosa e lavagem de dinheiro do tráfico de drogas.

Além de movimentações milionárias em contas bancárias, criação de empresas de fachada e ostentação em casas e bens de luxo, as investigações mostram que os integrantes ainda construíram um canal de comunicação com traficantes de diversas comunidades da facção para vazamento de informações de operações policiais, divulgou a PCRJ.

rainhadecopas1

 WhatsApp Image 2021 04 13 at 18.02.16 1

A Coordenadoria de Operações e Recursos Especiais (CORE/PCSC) da Polícia Civil de Santa Catarina vai adquirir um kit de 30 pistolas 9 milímetros.

A compra será viabilizada por meio de emenda parlamentar do deputado estadual Sargento Lima, no valor de R$ 105 mil. Nesta terça-feira, houve uma reunião a respeito na Delegacia Geral sobre o ato.

O parlamentar destacou a importância dos recursos para a Polícia Civil e o fato de Santa Catarina ser referência em segurança pública, o que reflete na economia e na própria qualidade de vida das famílias.

Também participaram o Delegado Geral Adjunto, Fernando Callfass; o coordenador da CORE/PCSC, Delegado de Polícia John Vieira e os Delegados de Polícia Gustavo Madeira, gerente de Planejamento e Daniel Régis, da assessoria da Delegacia Geral.

WhatsApp Image 2021 04 13 at 18.26.11

 WhatsApp Image 2021 04 13 at 10.17.49

A Polícia Civil prendeu um homem de 23 anos na tarde de segunda-feira (12) em um apartamento no bairro Barreiros, em São José, na Grande Florianópolis. Ele é suspeito de ter simulado um sequestro para obrigar os pais a pagarem por um suposto resgate e por isso foi autuado pelo crime de extorsão.

O homem havia desaparecido após sair do trabalho na sexta-feira (09) pela manhã e no dia seguinte passou a enviar mensagens para o seu genitor, como se fosse outra pessoa, exigindo o pagamento de R$ 4.000,00 para ser libertado, sem que na realidade tivesse sido sequestrado.

Com a investigação pela Polícia Civil, por meio de policiais civis da Delegacia de Roubos e Antissequestro (DRAS) da Diretoria Estadual de Investigações Criminais (DEIC/PCSC), ele foi encontrado e preso por extorsão, já que ficou caracterizada a grave ameaça contra as vítimas, que acreditavam realmente ser um sequestro. Houve o apoio no caso de policiais civis da Diretoria de Inteligência da Polícia Civil.

Aos policiais civis, o preso disse que estava com dívidas e admitiu ter cometido o crime, sendo preso em flagrante. O crime de extorsão prevê pena de quatro a dez anos de reclusão.

WhatsApp Image 2021 04 12 at 163111

Hoje, 12 de abril, Santa Catarina atingiu a menor taxa de feminicídio por 100 mil habitantes dos últimos cinco anos. O número de casos permanece estável e em queda.

Os registros são analisados todas as semanas pelo Colegiado Superior de Segurança Pública e Perícia Oficial de SC em reunião com todas as forças. Nesta segunda-feira, 12, são contabilizados oito casos contra 17 do mesmo período do ano passado.

Você, mulher, continue atenta ao menor sinal de violência, denuncie!

190 da Polícia Militar

181 da Polícia Civil e WhatsApp (48) 98844-0011.

Fonte: Assessoria de Imprensa da Secretaria de Segurança Pública de SC