Conecte-se

FacebookTwitterInstagramYoutube

defesacivilfrio

(Foto: Divulgação Defesa Civil de SC)

O Governo do Estado, através da Defesa Civil de Santa Catarina (DCSC), alertou a população sobre a chegada, nesta terça-feira (27) de uma massa de ar polar que vai provocar a queda acentuada das temperaturas no Estado. Estão sendo esperadas temperaturas abaixo de zero em várias regiões. Para enfrentar esta situação existem diversas recomendações que podem ser seguidas para evitar situações de risco.

Recomendações e prevenções

Segundo o Diretor de Gestão de Desastres da DCSC, Daniel Dutra, são pequenos cuidados que fazem a diferença, tanto para a autoproteção, quanto para proteger quem mais amamos. “A recomendação nestes dias mais frios é reforçar a atenção com a população mais vulnerável, como idosos, crianças e moradores de ruas. Os animais de estimação também precisam de cuidados especiais, assim é recomendado que sejam abrigados durante a noite”, explicou.

Ele reforça que é importante se manter aquecido, mas evitar técnicas que possam colocar as pessoas em risco como acender churrasqueiras ou latas com combustíveis dentro de casa. “Este procedimento pode provocar incêndios, queimaduras ou causar a morte devido a inalação de monóxido de carbono”, destacou Dutra.

Não esqueça de beber bastante água e mantenha a pele hidratada, especialmente mãos, pés, rosto e lábios. Reforce os cuidados com a higiene das mãos e evitar locais fechados com muitas pessoas aglomeradas.

Ao conduzir veículos nas regiões de serra reforce a atenção nas rodovias em função do risco de formação de gelo na pista. Viaje apenas com a confirmação de reserva em hotéis ou pousadas. Utilize agasalhos adequados para não sofrer o risco de hipotermia. Use e abuse de acessórios para proteger as extremidades do corpo, como luvas, gorros, meias e cachecóis.

Na hora das refeições dê preferência a sopas e um chá quente pode ajudar a enfrentar o frio. Mas não esqueça de consumir frutas e vegetais, pois o consumo de vitaminas, sais minerais e antioxidantes contribuem para minimizar as infeções típicas da estação.

Proteja tubulações de água que não estejam enterradas e equipamentos descobertos. A proteção pode ser feita com papelão, jornais, plásticos ou lonas, isso minimiza a probabilidade de congelamento da água nos canos. A mesma ação pode ser utilizada nos hidrômetros para reduzir as chances de ruptura do equipamento.

(Fonte: Defesa Civil de SC)