Conecte-se

FacebookTwitterInstagramYoutube

DEIC.LOGOPC

Policiais civis da Delegacia de Furtos e Roubos de Cargas (DFRC) da Diretoria Estadual de Investigações Criminais (DEIC/PCSC) realizaram uma operação de combate ao roubo de carga nesta quarta-feira (08). Foram realizadas três prisões: uma em Itaiópolis, uma em Vacaria (Rio Grande do Sul) e outra em Balneário Piçarras.

A investigação apurou o roubo de uma carga de chapas de aço avaliada em R$ 160.000,00. No dia 01/10/2021, o motorista registrou Boletim de Ocorrência em São João do Itaperiú narrando ter sido abordado por criminosos em um posto de combustíveis às margens da BR-101, em Araquari, e mantido refém durante toda a noite e o dia seguinte em Balneário Piçarras.

O cavalo-trator subtraído foi recuperado no mesmo dia em Tijucas. A equipe de investigação da DFRC/DEIC realizou as investigações e, após alguns meses, conseguiu identificar os integrantes de um bando criminoso responsável por outros delitos, além do que está sendo investigado.

As investigações possibilitaram identificar além da autoria, os veículos que pertenciam ao bando e foram utilizados para a prática criminosa, tanto para o deslocamento dos assaltantes quanto para o suporte logístico de transporte da carga até Brusque para o receptador.

No dia 11/01/2022, os semirreboques foram recuperados pela DFRC/DEIC em Canelinha. A celeridade na troca de informações entre a Polícia Civil de SC e a PRF de SP possibilitou o esclarecimento do crime.

Mandados

Foram expedidos quatro mandados de prisão preventiva e quatro mandados de busca e apreensão contra os suspeitos dos crimes investigados.

As buscas possibilitaram a apreensão de documentos e equipamentos que serão analisados pela equipe de investigação da DFRC da DEIC/PCSC, além das vestes utilizadas no crime por um dos assaltantes.

Os caminhões e os veículos pertencentes ao grupo criminoso foram apreendidos no dia 21/12/2021 por ocasião da operação deflagrada pela DFRC da DEIC/PCSC.

O cumprimento dos mandados contou com o apoio do Setor de Investigação da Delegacia de Polícia da Comarca de Itaiópolis, Coordenadoria de Operações e Recursos Especiais (CORE/PCSC) e da DRCA da DEIC.

O assaltante apontado como líder do grupo criminoso está foragido. Há dois mandados de prisão expedidos contra ele por roubo de cargas. Este suspeito atuaria há mais de duas décadas na prática dessa modalidade delitiva, especialmente no Estado de São Paulo.

 WhatsApp Image 2022 06 08 at 09.31.19

O Centro Estadual de Apoio Operacional de Combate aos Crimes Contra o Agronegócio da Polícia Civil de Santa Catarina (CAOAGRO/PCSC) apresentou nesta quarta-feira (08) um relatório das ocorrências policiais relativas ao mapa de criminalidade contra o agronegócio em SC.

Em maio foram registrados 76 Boletins de Ocorrência relacionados a crimes contra o agronegócio no Estado, em 46 municípios de 21 Delegacias Regionais de Polícia.

De acordo com a coordenador estadual do CAOAGRO/PCSC, delegado de polícia Fernando Callfass, a maioria dos BOs noticia crimes contra o patrimônio, notadamente furtos de animais em propriedades rurais do Estado.

Em comparação aos índices verificados no mês anterior é possível observar uma considerável diminuição nos crimes de furto de gado (abigeato), conduta típica de maior ocorrência no Estado em se tratando de crimes contra o agronegócio, que no mês de abril contabilizaram 96, enquanto no mês subsequente, 31.

Ainda, durante o mês de maio o CAOAGRO/PCSC esteve em dois dos maiores eventos voltados ao agronegócio do Estado: a Expo Femi 2022 em Xanxerê e a ExpoCampos em Campos Novos, ocasiões em que foi possível estreitar ainda mais os laços entre a Polícia Civil e os setores do agronegócio catarinense. Também em maio, o CAOAGRO/PCSC prestou diversos apoios, tanto na parte de inteligência policial quanto operacional.

A coordenação do CAOAGRO/PCSC também se reuniu com os produtores rurais de Lages e Seara e participou de um encontro estadual sobre Defesa Sanitária Vegetal com os engenheiros agrônomos e técnicos agrícolas da CIDASC em Governador Celso Ramos.

WhatsApp Image 2022 06 08 at 09.29.19

WhatsApp Image 2022 06 07 at 18.14.14

Na tarde desta terça-feira (07), a Polícia Civil apreendeu 20 quilos de maconha no interior do terminal rodoviário Rita Maria, em Florianópolis.

A ação foi resultado de uma operação conjunta entre a Delegacia de Combate às Drogas da Capital (DECOD/PCSC) e a Coordenadoria de Operações Policiais com Cães (COPC/PCSC).

A droga estava acondicionada em duas malas encontradas na posse de uma mulher natural do Nordeste do país. Os entorpecentes foram encontrados em razão do trabalho desempenhado pelo cão farejador Charlie.

Conforme demonstra a passagem encontrada na posse da conduzida, as drogas teriam destino a cidade de São Paulo (São Paulo). A mulher foi presa em flagrante por tráfico interestadual de drogas.

WhatsApp Image 2022 06 07 at 18.14.14 1

WhatsApp Image 2022 06 07 at 17.14.31

Nesta terça-feira (07), a Polícia Civil de Santa Catarina, por meio da Delegacia de Repressão aos Crimes de Informática (DRCI) da Diretoria Estadual de Investigações Criminais (DEIC/PCSC), promoveu uma palestra para alunos do 8° e 9° ano do Centro Educacional Marista Lucia Mayvorne, no Centro, em Florianópolis. A iniciativa teve objetivo abordar os riscos da internet e as suas formas de prevenção.

Esta foi a primeira palestra sobre o tema e uma segunda apresentação já está agendada para a próxima semana. Segundo o delegado de polícia titular da DRCI/DEIC, Luis Felipe Rosado, a ideia é expandir o projeto para outras escolas.

Entre os temas tratados nos encontros estão os riscos da internet aos adolescentes, com a finalidade de evitar com que sejam vítimas de crimes, especialmente relacionados à exploração sexual infantil; navegação segura; identificação de perfis falsos; e denúncia de atividades ilícitas.

cdc6a7c0 5be1 43f5 beb7 9e2cb8764616

A Polícia Civil elucidou um crime de furto e recuperou uma obra de arte avaliada em R$ 30 mil em Florianópolis. A investigação é da 1ª Delegacia de Polícia da Capital e teve o apoio do Núcleo de Inteligência da Diretoria de Polícia da Grande Florianópolis (DPGF/PCSC) e do 4º Batalhão da Polícia Militar.

O crime de furto ocorreu dentro da Galeria Municipal de Arte Pedro Paulo Vicchieta. O suspeito ingressou no local, furtou o artefato de exposição e empreendeu fuga. Após diligências investigativas, foi possível apontar a autoria. Após o cumprimento de um mandado de busca e apreensão, o objeto foi recuperado e restituído à curadoria da Galeria Municipal.