Conecte-se

FacebookTwitterInstagramYoutube

WhatsApp Image 2021 01 14 at 23.52.43

A Polícia Civil apreendeu armas de fogo e munições ao cumprir um mandado de busca e apreensão expedido pela Justiça em uma residência do bairro Fazenda, em Itajaí.

Um homem de 50 anos, suspeito de ser o proprietário, foi preso em flagrante. A ação é policiais civis do Setor de Investigação da Delegacia de Proteção à Criança, ao Adolescente, à Mulher e ao Idoso (DPCAMI), com o apoio das 1ª e 2ª Delegacias de Polícia da Comarca de Itajaí, coordenados pelo Delegado de Polícia Alexandre Carvalho de Oliveira.

Foram apreendidas três armas de fogo, sendo uma espingarda calibre .44; uma pistola Imbel .380, modelo MD1 e um revólver calibre .32 Taurus, além de munições de diversos calibres. O suspeito foi encaminhado à Central de Plantão Policial (CPP) de Itajaí, autuado em flagrante e transferido para o sistema prisional.

WhatsApp Image 2021 01 14 at 23.52.43 1

WhatsApp Image 2021 01 14 at 21.11.41

Nas últimas semanas, a Polícia Civil e a Polícia Militar receberam denúncias anônimas de que um homem estaria envolvido novamente com o tráfico de entorpecentes, em Barra Velha. Após trabalho de inteligência e monitoramento, foi constatada movimentação de usuários que entravam e saíam de um imóvel.

Na tarde desta quinta-feira (14), foi realizada uma operação conjunta com a Polícia Militar de Barra Velha e policiais militares de Joinville que atuam no Canil k9. Após a abordagem de quatro usuários que saíram da casa monitorada foram localizadas drogas de posse dos mesmos, que admitiram ter comprado do homem de 31 anos.

O homem foi preso em flagrante e na sua residência, localizada no Bairro Quinta dos Açorianos, foram localizadas porções de cocaína e de maconha. Ele foi conduzido para a Delegacia de Policia e depois encaminhado à Unidade Prisional, onde permanece à disposição da Justiça.

WhatsApp Image 2021 01 13 at 12.48.55

A Polícia Civil e o Instituto Geral de Perícias (IGP) realizaram na manhã desta quarta-feira (13) a reconstituição de um homicídio ocorrido no fim do ano passado, no bairro Cabeçudas, em Itajaí. O objetivo é apontar se o crime foi praticado ou não como legítima defesa, já que a vítima, de 33 anos, teria sido agredida com uma pedrada na cabeça por uma pessoa de 29 anos.

No decorrer da investigação apurou-se uma possível legítima defesa, razão pela qual se espera, com a reprodução simulada dos fatos, concluir se houve ou não a prática do crime ou se o fato foi praticado como meio de defesa. A ação foi realizada por meio da Divisão de Investigação Criminal (DIC).

Segundo o Delegado de Polícia Rafael Lorencetti, a Polícia Civil aguarda o recebimento do laudo pericial para concluir o inquérito policial e remeter ao Judiciário com o indiciamento ou, a depender, com o reconhecimento em sede inquisitiva da legítima defesa.

O Delegado ressalta que a reconstituição dos fatos é um instituto previsto no Código de Processo Penal e que visa rememorar um fato criminoso a fim de possibilitar à investigação (inquérito policial) uma proximidade maior com a realidade, podendo-se concluir de uma melhor forma as versões trazidas pelas testemunhas.

WhatsApp Image 2021 01 13 at 12.49.01

itajaí

Nesta sexta-feira (08), a Polícia Civil cumpriu mandados de busca e apreensão expedidos pela Justiça em um hospital em Itajaí e na residência de um médico investigado por suspeita de abreviar vidas de pacientes. A ação é da Divisão de Investigação Criminal (DIC).

Segundo apurado no procedimento investigativo, os fatos ocorriam no interior de um hospital localizado em Itajaí. As buscas visam descortinar um suposto hackeamento do sistema do hospital e, com isso, verificar se esse fato tem alguma ligação com a atuação do médico e/ou algum servidor, já que ocorrida logo após a notícia da suposta abreviação de vidas.

Também foi cumprida busca na residência do médico. Foram apreendidos os "logs" do sistema do hospital e alguns documentos. Houve também, por parte do Poder Judiciário, a fixação de medida cautelar da proibição do exercício da medicina em desfavor do médico. Ele também segue proibido de ministrar aulas e atuar na gestão/administração de hospitais.

Após a perícia técnica a ser realizada pelo Instituto Geral de Perícias (IGP), a DIC deve concluir o inquérito policial dentro do prazo legal.

A DIC reitera que informações sobre a prática de crimes podem ser encaminhadas ao e-mail dicitajai@pc.sc.gov.br, telefone 47 33482004, WhatsApp (48) 98844-0011 ou ainda na Rua Expedicionário Aleixo Maba, 199, Barra do Rio, Itajaí. O anonimato é garantido.

itajai1

Itajai 02

A Polícia Civil realizou a prisão em flagrante de um homem por tráfico de drogas, associação para o tráfico de drogas e corrupção de menores, em Itajaí. O preso, um homem de 19 anos, teria realizado o comércio de drogas no bairro Fazenda. A ação ocorreu na terça-feira (05) por meio da Divisão de Investigação Criminal (DIC) e da equipe de apoio à Operação Verão Seguro.

Além da prisão do investigado, uma adolescente de 15 anos foi autuada por ato infracional análogo aos delitos de tráfico e associação para o tráfico - ela o auxiliava na prática dos crimes.

Durante as diligências também foi possível autuar uma usuária de drogas por posse de drogas para consumo, sendo liberada mediante termo de compromisso para comparecimento em audiência.

No local, foram apreendidas maconha e cocaína, além de duas balanças, embalagens utilizadas no tráfico, dinheiro e outros apetrechos. Após a lavratura dos procedimentos, o homem foi encaminhado ao Presídio e a adolescente entregue ao responsável legal.