Conecte-se

FacebookTwitterInstagramYoutube

barravelha

Policiais civis do Setor de investigações Criminais (SIC) da Delegacia de Polícia da Comarca de Barra Velha prenderam três homens integrantes de facção criminosa e suspeitos de roubos de cargas e carretas nos Estados de Santa Catarina e no Paraná. As prisões ocorreram no bairro Quinta dos Açorianos, em Barra Velha, litoral Norte de Santa Catarina, na segunda-feira (31).

A Polícia Civil já investigava os homens. Além de roubos de cargas, a quadrilha realizava também o crime de tráfico de drogas na cidade. Durante monitoramento da residência, foi visualizado um caminhão dentro da propriedade dos investigados. Em consulta, foi constatado que o caminhão havia sido roubado dias antes e o motorista havia sido mantido como refém por cerca de 24 horas na mira dos criminosos enquanto eles se desfaziam da carga.

Ainda na residência, foram localizados uma arma de fogo calibre.38 e um simulacro de pistola, além de drogas sintéticas, maconha e outra placa de uma carreta também com registro de roubo.

Durante a prisão foi constatado que um dos homens era foragido do sistema Penitenciário de Itajaí. Os homens foram presos e encaminhados ao sistema penitenciário, onde permanecem à disposição da Justiça.

 DIC VIATURA TRAS

Na tarde de segunda-feira (31), a Polícia Civil de Santa Catarina, por meio da Divisão de Investigação Criminal (DIC/PCSC) de Itajaí, cumpriu um mandado de prisão contra um homem de 37 anos.

Ele estava foragido em virtude de sentença condenatória pelos crimes de homicídio qualificado, roubo qualificado e crimes de trânsito expedida pelo Poder Judiciário do Paraná.

O homem, oriundo da cidade de Foz do Iguaçu (PR), se encontrava em sua residência, no bairro São Vicente, em Itajaí. O preso foi encaminhado ao sistema penitenciário, onde permanece à disposição da Justiça.

84cb26fc e52e 47f8 9de6 a86bd403cb27

Na manhã desta sexta-feira (21), uma operação da Polícia Civil prendeu um homem suspeito de um roubo a banco ocorrido em Itajaí, no dia 26/10/2021. A prisão aconteceu em Osório, no Rio Grande do Sul.

Neste crime, três homens armados de pistolas e um fuzil roubaram a agência do banco Sicredi no bairro São Vicente, em Itajaí, subtraindo elevada quantia em dinheiro.

A Polícia Civil de Santa Catarina, por meio da Divisão de Investigação Criminal (DIC/PCSC) de Itajaí, instaurou inquérito policial para a apuração do crime de roubo qualificado pelo concurso de pessoas e pelo emprego de arma de fogo de uso restrito.

Ação em SC e no RS
Na manhã desta sexta-feira, foi deflagrada uma operação para o cumprimento de quatro ordens judiciais em Santa Catarina e no Rio Grande do Sul.

Em Itajaí, no bairro Fazenda, foi cumprido um mandado de busca e apreensão domiciliar, sendo apreendidos documentos de interesse investigativo.

Em Osório, no Rio Grande do Sul, foi cumprido um mandado de busca e apreensão domiciliar e o mandado de prisão temporária. O suspeito foi encaminhado ao sistema penitenciário catarinense e permanece à disposição da Justiça.

Investigação continua
O apoio da Polícia Civil do Rio Grande do Sul, por meio da Delegacia de Polícia de Osório, foi fundamental para o êxito das diligências. O inquérito policial permanece em andamento para a completa resolução do crime.

brasao

Nesta sexta-feira (14), a Polícia Civil de Santa Catarina, por meio da Delegacia de Proteção à Criança, ao Adolescente, à Mulher e ao Idoso (DPCAMI/PCSC) de Itajaí, prendeu preventivamente um homem pelo descumprimento de medida protetiva.

O homem foi encontrado no seu local de trabalho. Após os devidos procedimentos policiais e de ter sido interrogado, o homem foi encaminhado ao Complexo Penitenciário do Vale do Itajaí, onde permanece à disposição da Justiça.

banner3

Nesta sexta-feira (14), a Polícia Civil de Santa Catarina, por meio do Setor de Investigação Criminal de Itajaí, cumpriu mandado de prisão condenatória na praia Brava, em Itajaí. O homem preso estava com mandado de prisão em aberto pelos crimes de roubo, tráfico de drogas e porte ilegal de arma de fogo. Porém, seguia trabalhando como gestor de um quiosque na praia Brava, onde foi preso.

Após diligências, os policiais civis descobriram que o alvo estava foragido desde o ano de 2017 da Casa de Custódia de Maringá (CCM), no Paraná. A fuga ocorreu após os presos cavarem um túnel até o pátio do complexo e escalarem o muro que dava acesso à área externa. O homem foi encaminhado à Delegacia de Polícia para os procedimentos cabíveis e depois ao Complexo Penitenciário do Vale do Itajaí.