Conecte-se

FacebookTwitterInstagramYoutube

banner4

Está preso o homem apontado como suspeito pelo feminicídio de uma servidora do Poder Judiciário, lotada no fórum da Comarca de Itajaí. Ela foi encontrada morta em seu apartamento na noite de sábado (08), no bairro Fazenda, em Itajaí.

O laudo pericial preliminar indica que a morte foi por asfixia. A partir do momento em que a vítima foi encontrada por familiares já sem vida em sua residência, a Polícia Civil iniciou as diligências visando a localização e captura do suspeito, bem como do veículo e da motocicleta, ambos da vítima, que foram subtraídos.

O veículo da vítima foi localizado no início da tarde de domingo (09), em um motel em Balneário Camboriú, sendo que o telefone celular dela, igualmente subtraído, foi encontrado em um outro motel em Itajaí.

O suspeito do crime teve sua prisão decretada a pedido da Polícia Civil e se apresentou na madrugada desta segunda-feira (10), na Central de Plantão Policial de Balneário Camboriú. O homem já possuía histórico de violência doméstica e possui passagem pelo sistema prisional. Ele foi interrogado na tarde desta segunda-feira e se reservou ao direito de permanecer em silêncio.

Os trabalhos investigativos foram coordenados pelas Divisões de Investigação Criminal (DICs/PCSC) de Itajaí e Balneário Camboriú, juntamente com a Coordenadoria de Operações e Recursos Especiais (CORE/PCSC), com o apoio do Núcleo de Inteligência e Segurança Institucional do Tribunal de Justiça.

 WhatsApp Image 2021 12 27 at 21.55.21

Na tarde de segunda-feira (27), policiais civis e militares prenderam em flagrante três pessoas em Barra Velha, litoral Norte de Santa Catarina. Elas são suspeitas de envolvimento em diversos delitos. Um adolescente também foi apreendido.

No local funcionava, além de um desmanche, um ponto de venda de drogas, onde os envolvidos permaneciam armados. A operação contou com a participação de policiais civis, da Agência de Inteligência do 25º BPM (Penha), de guarnições de rádio Patrulha e do Núcleo de Operações com Cães (NOC/PCSC) da Polícia Civil. Foi utilizado o cão de faro Smith, o qual foi responsável pela localização de grande parte dos ilícitos.

Cocaína, arma e veículo recuperado

Foram apreendidos cerca de 500g de cocaína, um revólver calibre 38, 17 munições intactas e recuperada uma caminhonete F1000, a qual já estava sendo desmanchada.

Os suspeitos ainda utilizavam da mão de obra de um adolescente para desmontar os veículos furtados. Os abordados foram conduzidos à Central de Plantão Policial para os procedimentos.

porto

Policiais Civis do Setor de Investigações e Capturas da Polícia Civil de Itajaí, com o apoio da Divisão de Investigação Criminal (DIC/PCSC) de Brusque, recuperaram uma peça (defensa) avaliada em R$ 200 mil que havia sido furtada no porto de Itajaí, litoral Norte do Estado, no dia 14 de dezembro. A recuperação ocorreu no dia 23 deste mês.

A peça, que possui peso aproximado de 5 toneladas, havia sido subtraída após ter sido alocada em um terreno pertencente ao Porto para manutenção. De posse das informações, a equipe da SIC apurou que a peça havia sido receptada por uma empresa localizada na cidade de Brusque.

A DIC/PCSC de Brusque, em diligência ao local indicado, apurou que a peça realmente se encontrava na localidade determinada, após o que equipe da SIC, em diligência, promoveu a recuperação da peça juntamente com a guarda portuária de Itajai.

A peça subtraída é utilizada para auxiliar na atracagem dos navios. As investigações prosseguem visando apurar a autoria do delito de furto, bem como eventual delito de receptação.

WhatsApp Image 2021 12 23 at 18.54.47

WhatsApp Image 2021 12 23 at 18.43.03

viaturas 5

A Polícia Civil de SC, por meio da Delegacia de Furtos e Roubos de Cargas da Diretoria Estadual de Investigações Criminais (DEIC/PCSC) deflagrou nesta segunda-feira (20) a 2ª fase da operação “Ferrum”.

A ação ocorreu em Itajaí, ocasião em que foi cumprido um mandado de prisão preventiva contra um empresário do ramo da construção civil. A investigação realizada pela DFRC/DEIC iniciou após a notícia de roubo de carga de vergalhão ocorrido no dia 10/03/2021.

Um dos integrantes da quadrilha, na função de motorista, entrou em contato com a transportadora responsável pelo transporte da carga e se ofereceu para realizar o serviço. A carga de 31 toneladas de vergalhão de aço foi embarcada na cidade de São Francisco do Sul e tinha como destino Lins/SP.

Após realizar o embarque, o motorista deixou o caminhão e o semireboque carregado no pátio de um posto de combustível localizado as margens da BR-101 de Balneário Piçarras. No dia seguinte, ligou para vítima informando que o conjunto e a carga haviam sido furtados.

A DFRC/DEIC assumiu a investigação e verificou inconsistência no relato do motorista. Com o aprofundamento da investigação, foi comprovada a sua participação na subtração da carga. Durante os trabalhos investigativos apurou-se que os investigados furtaram outra carga de 30 toneladas de vergalhões de aço, no dia 21/04/2021. Na ocasião, o falso roubo foi registrado no Estado de São Paulo.

Nos dias 25 e 26/04/2021, foi recuperada a carga de vergalhão de aço que estava sendo utilizada em empreendimentos imobiliários na cidade de Balneário Camboriú. Segundo o delegado de polícia da DFRC/DEIC, Osnei Valdir de Oliveira, foi verificado que as ocorrências estavam interligadas, tratava-se do mesmo grupo criminoso, cujo principal investigado é o genro do proprietário de uma transportadora de Papanduva.

Apurou-se que o empresário preso nesta segunda-feira atuou para a subtração de três cargas de vergalhões de aço, totalizando 93 toneladas. Na 1ª fase da operação “Ferrum” foram expedidos 14 mandados de busca e apreensão e 05 mandados de prisão.

WhatsApp Image 2021 12 14 at 10.08.53

Um homem que comercializava produtos alimentícios produzidos a partir de maconha foi preso pela Polícia Civil de Santa Catarina.

A ação foi da Divisão de Investigação Criminal (DIC/PCSC) de Itajaí, após o recebimento de denúncias sobre a existência de um perfil em rede social que fazia a comercialização de produtos alimentícios produzidos a partir de maconha.

Pela apuração, o grupo responsável pelo perfil produzia doces se utilizando de cannabis sativa e os distribuía na modalidade delivery na região de Itajaí e Balneário Camboriú há pelo menos um ano.

Na tarde de sexta-feira (10), após cruzamento de informações, foi localizado o veículo utilizado pelo grupo para realização de entregas no bairro Vila Operária. Com o suspeito, de 50 anos, foram localizados 04 porções de brownie e um pacote de chocolate à base do entorpecente.

O homem foi autuado em flagrante por tráfico de drogas e associação para o tráfico, bem como pelo crime de falsa identidade por ter se apresentado com nome falso no momento de sua abordagem. O preso foi encaminhado ao sistema penitenciário.