Conecte-se

FacebookTwitterInstagramYoutube

viatura sirene2

Policiais civis da Delegacia de Polícia da Comarca de Barra Velha efetuaram a prisão do terceiro suspeito de envolvimento no homicídio de uma mulher no bairro São Cristóvão, em Barra Velha, litoral Norte de Santa Catarina. A prisão ocorreu na quarta-feira (25). O suspeito possui diversas passagens policiais pelo crime de tráfico de drogas, roubo e furto.

Um adolescente já havia sido apreendido pela participação no crime, na data de 26/04/2022, quando confessou a morte. O crime ocorreu em 14/04/2022 e no dia 02 deste mês houve a apreensão do segundo adolescente envolvido.

O local do crime tem atuação de traficantes do crime organizado e levantamentos preliminares demonstraram que a ação criminosa teria motivação de uma facção criminosa.

O homem preso foi encaminhado à Unidade Prisional Avançada de Barra Velha e permanecerá à disposição da Justiça.

banner3

Nesta segunda-feira (23), a Polícia Civil de Santa Catarina, por meio da Delegacia de Polícia de Balneário Piçarras, cumpriu dois mandados de prisão contra dois homens suspeitos pelo cometimento do crime de latrocínio de uma mulher em Balneário Piçarras.

A vítima está desaparecida desde o dia 5 de maio deste ano. Em investigação, foi possível verificar que três homens entraram no veículo da vítima, após saírem de um mercado, na região norte de Piçarras e seguiram rumo à praia. Após subtraírem o veículo da vítima, teriam deixado o corpo da mulher às margens da BR-101, possivelmente na altura da cidade de Joinville, e fugido para o Estado do Paraná. Depois, o veículo da vítima e o cachorro da mulher foram encontrados.

A Polícia Civil permanece com as diligências no intuito de encontrar o corpo da mulher. A ação contou com o apoio da Polícia Civil de Guaratuba (Paraná), da Delegacia de Capturas da Diretoria Estadual de Investigações Criminais (DEIC) da PCSC e da Coordenadoria de Operações e Recursos Especiais (CORE) da PCSC.

vv

Nesta quinta-feira (19), em investigação de violência doméstica, a Polícia Civil apreendeu uma arma de fogo e droga, em Itajaí, litoral Norte de Santa Catarina.

A ação é de policiais civis da Delegacia de Proteção à Criança, ao Adolescente, à Mulher e ao Idoso (DPCAMI/PCSC) de Itajaí. Houve o apoio de policiais civis do Setor de Investigações e Capturas, da 1ª e 2ª Delegacias de Polícia de Itajaí e do Núcleo de Operações com Cães (NOC/PCSC) de Itajaí.

Os policiais civis cumpriram um mandado de busca e apreensão expedido pelo Juizado de Violência Doméstica e Familiar Contra a Mulher de Itajaí após representação da Polícia Civil, com base na denúncia efetuada pela vítima de violência doméstica, na qual informou que o suspeito teria em sua posse uma arma de fogo.

Ao realizar a diligência, com a ajuda do cão policial, o K-9 Smith indicou o local em que estaria a espingarda calibre .32, que então foi encontrada pelos policiais civis. O K-9 Smith também localizou certa quantidade de droga semelhante à cocaína que estaria sendo guardada pelo irmão do investigado.

Foi dada voz de prisão ao suspeito de violência doméstica pelo crime de tráfico de drogas e posse ilegal de arma de fogo e ao seu irmão por tráfico de drogas. Os dois foram encaminhados à Central de Plantão Policial para os procedimentos cabíveis.

brasao

Nesta quarta-feira (18), a Polícia Civil de Santa Catarina, por meio da Delegacia da Comarca de Navegantes, prendeu um homem suspeito de ter cometido o homicídio que vitimou um homem de 39 anos, no dia 28 de janeiro deste ano, em Navegantes.

As investigações apontam que o suspeito conhecia o trajeto que a vítima fazia para ir ao trabalho e aguardou, na via pública, sua passagem para então segui-la. Em dado momento, o suspeito, que conduzia uma motocicleta vermelha, emparelhou-a ao lado da bicicleta da vítima, efetuando um disparo de arma de fogo, praticamente à queima roupa, atingindo-a na cabeça. A vítima morreu no local.

Após o término das investigações e concluído o inquérito policial, o Poder Judiciário expediu o mandado de prisão. O preso foi encaminhado ao Complexo Penitenciário do Vale do Itajaí, onde permanece à disposição da Justiça.

banner3

A Polícia Civil de Santa Catarina, por meio da Divisão de Investigação Criminal (DIC/PCSC) de Itajaí e da Delegacia de Polícia da Comarca de Barra Velha, no litoral Norte, concluiu uma investigação sobre suposto desvio de cestas básicas da assistência social da Prefeitura Municipal de Barra Velha para troca por votos na campanha eleitoral de 2020.

No dia 13 de outubro de 2020, antevéspera do primeiro turno das eleições municipais de 2020, foi identificada a entrega de um carregamento de cestas básicas em uma sala comercial no centro de Barra Velha. Segundo denúncias, o local funcionaria como comitê eleitoral e as cestas básicas lá armazenadas seriam utilizadas para compra de votos.

Segundo a apuração, ficou demonstrado que havia descontrole da distribuição das cestas básicas por parte da Secretaria de Assistência Social. Verificou-se que, das cerca de 5 mil cestas básicas adquiridas pela Prefeitura de Barra Velha no ano de 2020, quase 2 mil, cerca de 38% do total, foram distribuídas sem qualquer tipo de controle. Ainda, mesmo dentre as que seguiram todo o procedimento formal previsto, foram identificadas fraudes.

No decorrer das investigações foram identificadas oito pessoas suspeitas de atuarem no esquema criminoso, as quais foram indiciadas pelos crimes de peculato e corrupção eleitoral. O inquérito policial foi finalizado e encaminhado ao Ministério Público e à Justiça.