Conecte-se

FacebookTwitterInstagramYoutube

 WhatsApp Image 2021 05 12 at 08.12.47

A Polícia Civil, por meio da Divisão de Investigação Criminal (DIC) de Jaraguá do Sul, prendeu na manhã desta quarta-feira (12), em Jaraguá do Sul, um homem de 46 anos foragido da Justiça de Rio Negrinho.

Após trocas de informações com a Polícia Civil de Joinville, foi apurado que o homem estaria residindo em Jaraguá do Sul e que pela manhã iria até o estacionamento de um supermercado. Assim, uma equipe da DIC passou a monitorar o local. Por volta das 7h, a equipe efetuou a prisão.

Foram cumpridos dois mandados de prisão preventiva contra ele: um por roubo e outro por apropriação indébita expedidos pela Justiça de Rio Negrinho.

Segundo o Delegado de Polícia Diones Pavoni de Freitas, além desses dois mandados se observou que o homem responde a 16 inquéritos policiais e possui mais de 100 registros criminais pela prática de crimes patrimoniais, entre eles estelionato, furto, apropriação indébita, receptação e roubo.

O preso estava foragido de Rio Negrinho há cerca de dois meses, quando soube que teve a sua prisão decretada e foi residir em Jaraguá do Sul.

banner pc

A Polícia Civil prendeu em flagrante na manhã deste sábado (24) um homem pelo primeiro homicídio praticado em Jaraguá do Sul neste ano.

A vítima foi um homem de 56 anos, que morava em uma casa abandonada no bairro São Luís. Ele teve a garganta cortada com uma faca e não resistiu. Após matar a vítima, ele arrastou o corpo do homem para os fundos da casa e o jogou em um barranco às margens de um rio que passa pelo local. Ao mesmo tempo, jogou a faca usada no crime dentro do rio, e em seguida fugiu.

Cerca de uma hora e meia depois, o homem retornou ao local e pediu que vizinhos acionassem a PM, alegando que teria encontrado a vítima morta no local, tentando simular que não teve participação no crime.

Contudo, durante a entrevista realizada com esse homem ainda no local dos fatos, este passou a apresentar divergências em sua versão, chamando a atenção da equipe policial. Diante de tais inconsistências, os policiais civis e uma equipe do IGP foram até a casa do suspeito e lá localizaram suas roupas sujas de sangue dentro de um tanque de roupas.

Diante dos fatos, ele foi autuado em flagrante por homicídio triplamente qualificado, pelo motivo fútil, emprego de meio cruel na execução e recurso que impossibilitou a defesa da vítima.

A motivação decorreu de situação ocorrida há cerca de uma semana, na qual a vítima teria emprestado seu cartão para que o autor comprasse bebidas e cigarros, e nessa ocasião o autor teria demorado a restituir o cartão, o que gerou uma insatisfação por parte da vítima.

WhatsApp Image 2021 04 15 at 15.15.23

Novas armas foram entregues nesta quinta-feira (15) à tarde pela Delegacia Geral da Polícia Civil de Santa Catarina à Delegacia Regional de Polícia em Jaraguá do Sul. São quatro espingardas calibre 12, que serão destinadas para as unidades policiais de Jaraguá do Sul e Guaramirim.

O ato simbólico contou com a presença do Delegado Geral Paulo Koerich na Delegacia de Polícia da Comarca em Jaraguá do Sul, que se reuniu com o Delegado Regional de Jaraguá do Sul, Fabiano dos Santos Silveira e os Delegados de Polícia Luis Carlos Gross, Carlos Crippa, Daniel Dias e Augusto Brandão.

 jaragua

A Polícia Civil cumpriu na manhã desta sexta-feira (09) mandados de prisão temporária e de busca e apreensão expedidos pela Justiça em Joinville e Jaraguá do Sul. O trabalho faz parte de investigação da Polícia Civil contra um esquema de tráfico de drogas na região Norte.

Em Joinville, nos bairros Espinheiros e Paranaguamirim, foram cumpridas duas prisões temporárias e cinco mandados de busca e apreensão domiciliar. Em Jaraguá do Sul, foi cumprido um mandado de busca e apreensão. A ação é da Divisão de Investigação Criminal (DIC) de Jaraguá do Sul, com o apoio de apoio de policiais civis da 15ª Delegacia Regional de Polícia e da Delegacia de Homicídios de Joinville.

As prisões e buscas visam colher elementos probatórios para instruir inquérito policial em trâmite na DIC de Jaraguá do Sul, que apura crime de tráfico de drogas e associação para o tráfico.

Em novembro de 2020, um adolescente foi encontrado mantendo em depósito no interior de sua residência, em Jaraguá do Sul, cerca de 19 quilos de maconha. Após a sua apreensão, foi instaurado inquérito policial para apurar os fornecedores do entorpecente.

Ao longo da investigação, foi apurado que a droga tinha origem em Joinville e que os responsáveis movimentavam grande quantidade de drogas a partir de um esquema delituoso voltado para a traficância.

Nesta sexta-feira, o principal líder do esquema foi preso em sua residência, no bairro Espinheiros, em Joinville, onde foram apreendidos celulares e cerca de R$ 3 mil reais, fruto do comércio ilícito de drogas.

Outro investigado foi preso em flagrante pela PM na terça-feira (06), em Balneário Camboriú, no momento em que transportava 25 quilos de maconha. Mesmo assim, será dado cumprimento ao mandado de prisão contra ele, que deverá ser indiciado por associação para o tráfico. Outros dois integrantes do grupo criminoso não foram encontrados em suas residências e estão foragidos.

A ação contou com a participação de 25 policiais civis, entre integrantes da DIC, DPCAMI, DPMu de Corupá, SIC, DH de Joinville e DRP de Jaraguá do Sul.

WhatsApp Image 2021 04 09 at 10.11.41

viaturanoite

A Polícia Civil cumpriu dois mandados de prisão, em Jaraguá do Sul. As prisões foram realizadas pela Divisão de Investigação Criminal (DIC).

Na segunda-feira (22), foi realizada a prisão de um homem condenado a 10 anos de prisão por tráfico de drogas. O crime teria ocorrido em 2019. 

Na terça-feira (23), foi realizada a prisão preventiva de um homem foragido da Comarca de Presidente Getúlio pelo crime de estupro de vulnerável. O crime teria ocorrido em 2020. 

Após a realização dos procedimentos na Delegacia, os homens foram  encaminhados ao Presídio Regional de Jaraguá do Sul.