Conecte-se

FacebookTwitterInstagramYoutube

WhatsApp Image 2022 01 14 at 15.34.53

A Polícia Civil de Santa Catarina, por intermédio da Divisão de Investigação Criminal (DIC/PCSC) de Laguna, elucidou um crime de homicídio ocorrido em Laguna na última quinta-feira (13). O corpo da vítima foi encontrado com marcas de enforcamento.

Chegando ao local, os policiais civis da DIC/PCSC, juntamente com a equipe da Polícia Científica, ao analisarem os indícios deixados na cena, descartaram qualquer possibilidade de suicídio, passando a tratar o caso como um homicídio.

A partir das investigações, foi descoberto o envolvimento da vítima com um homem desde o dia anterior. Sendo constatado inclusive que os dois teriam se deslocado até uma instituição financeira no centro da cidade para sacar dinheiro. As diligências investigativas puderam confirmar também que ambos se encontraram por diversas vezes entre os dias 12 e 13.

Os policiais civis descobriram que o homem suspeito estava com um mandado de prisão em aberto pelo delito de tráfico de drogas, expedido pelo fórum da comarca de Curitibanos. Por esse motivo, efetivaram o cumprimento do mandado e o conduziram à Delegacia de Polícia para ser interrogado. Ao ser interrogado, o homem acabou confessando a prática do crime.

O homem foi encaminhado para a Unidade Prisional de Laguna e permanece à disposição da Justiça.

A DIC/PCSC contou com o auxílio de informações repassadas por outras equipes, tanto da Polícia Civil como da Polícia Militar (PPT e Agência de Inteligência).

Agora, o procedimento investigativo será remetido ao Ministério Público. A pena pelo crime de homicídio pode ir de 12 a 30 anos de prisão, além daquela já prevista pelo crime de tráfico de drogas, ao qual o homem já havia sido condenado anteriormente.

Viatura 15

Em Laguna, no Sul do Estado, a Polícia Civil concluiu as investigações sobre o atropelamento que resultou na morte de um homem de 54 anos. O suspeito foi indiciado por homicídio doloso e qualificado, cuja pena prevista pode ir de 12 a 30 anos.

O acidente ocorreu no dia 09/12/2021, por volta das 7h20min, na rodovia de acesso à BR-101, em Laguna.

Policiais civis das Delegacias de Polícia de Laguna e da Divisão de Investigação Criminal (DIC/PCSC) realizaram diligências com o objetivo de identificar o condutor do veículo Tucson envolvido no atropelamento.

No inquérito policial foram colhidos elementos de informação que indicaram que o atropelamento ocorreu no acostamento da via, em uma manobra ilegal de ultrapassagem pela direita, a uma velocidade acima da permitida para o trânsito local.

Testemunhas indicaram que, após a colisão, o condutor do veículo não diminuiu a sua velocidade, ao revés, retornou à pista e se evadiu em direção à BR 101. Quanto à alegação do autor de fuga do local por medo de um possível linchamento, foi constatado que não ocorreu reunião de pessoas com esse objetivo, apenas para prestar socorro à vítima.

Foram analisadas imagens de câmeras de segurança que demonstraram direção agressiva do condutor desde o bairro Mar Grosso até o acidente. Foi verificado que o veículo chegou a “rampar” em um dos cruzamentos de ruas. Em outra imagem, já na mesma avenida onde ocorreu o atropelamento, foi verificado que o veículo, por pouco, não atropelou outro ciclista, minutos antes do atropelamento que vitimou o homem.

Foram colhidos indicativos de possível embriaguez do condutor. O homem foi indiciado por homicídio doloso e qualificado. No caso, a qualificadora prevista no art. 121, §2º, IV, CP (recurso que dificulte ou torne impossível a defesa do ofendido).

O inquérito foi encaminhado ao Ministério Público, que, por meio da 1ª Promotoria, ofereceu denúncia pelo mesmo crime.

00000000000000000000000000000000000000000012.jpg

Policiais civis da Delegacia de Polícia da Comarca de Laguna cumpriram dois mandados de busca e apreensão domiciliar na região da Ilha, em Laguna, no Sul do Estado. A ação investiga o crime de abigeato.

Os mandados são resultado de investigação que apura furtos de gado ocorridos naquela região. Após diligências realizadas pela Delegacia de Polícia de Laguna, a Polícia Civil representou pela expedição de mandados de busca e apreensão domiciliares a serem cumprido em Campos Verdes e o outro no bairro da Passagem da Barra.

Na ação de cumprimento das ordens judiciais houve a apreensão de elementos de informação que irão subsidiar o inquérito policial.

VIATURA 14Y

Policiais civis da Delegacia de Polícia de Garopaba cumpriram um mandado de prisão contra um homem suspeito de estupro de vulnerável, em Garopaba. A prisão ocorreu na terça-feira (28).

Um inquérito policial foi instaurado por requisição do Ministério Público para apurar o crime de estupro de vulnerável. Na ocasião, uma criança havia relatado o crime para uma professora, dando início a apuração dos fatos.

Na investigação, descobriu-se que o mesmo suspeito teria praticado atos semelhantes contra pelo menos outras duas crianças. Além disso, constatou-se que, apesar de essas crianças já terem noticiado o abuso para seus pais, em momento algum as situações haviam sido noticiadas à Polícia Civil.

Segundo a delegada de polícia responsável pelo caso, o suspeito permanecerá preso e o inquérito deverá ser concluído dentro do prazo legal.

49429006 e332 474c 91a5 3cd262e7f914

Na última quarta-feira (22), a Polícia Civil de Santa Catarina, por meio da Delegacia de Polícia de Pescaria Brava, cumpriu três mandados de busca e apreensão em residências suspeitas de serem usadas como ponto para o tráfico de drogas. Durante a ação, duas pessoas foram presas em flagrante. Além disso, durante as buscas foram localizadas 16 pedras de substâncias semelhante a “crack”.

No decorrer das investigações, a Delegacia de Polícia de Pescaria Brava já havia conseguido apreender 22 pedras de substância semelhante a “crack”, que haviam sido despejadas por um dos suspeitos ao se evadir de uma abordagem realizada pela Polícia Rodoviária Federal.

Os mandados foram cumpridos com apoio do núcleo de operações com cães da Polícia Civil, a Polícia Militar de Pescaria Brava e o serviço de inteligência da Polícia Militar de Capivari de Baixo.