Conecte-se

FacebookTwitterInstagramYoutube

banner

A Delegacia de Santo Amaro da Imperatriz concluiu na segunda-feira (10) dois inquéritos policiais que apuraram a suspeita de crimes de falsidade ideológica por alguns proprietários de despachante, loja de placas e revenda de veículos dos municípios de Santo Amaro da Imperatriz e Águas Mornas.

De acordo com o delegado Arthur Lopes, a ação criminosa consistia em fornecer uma declaração falsa de residência para o cliente, informando que ele residia no município da compra do veículo, uma vez que morava em cidade adversa. O objetivo era manter o emplacamento do veículo no município da compra sem fazer a transferência, uma vez que com a transferência de município a nova placa do Mercosul deveria ser inserida gerando aí um custo de aproximadamente R$ 100 por placa para o cliente.

Diligências foram feitas nos supostos endereços, em Águas Mornas e em Santo Amaro da Imperatriz, tendo os policiais civis descoberto que os aludidos clientes ali nunca residiram e que se tratava de fraude. Todos os envolvidos, 10 pessoas no total, foram indiciados e responderão pela prática de falsidade ideológica. Denúncias podem ser realizadas pelo canal Denuncie Aqui! (48)9 9962-3154 da Polícia Civil de Santo Amaro da Imperatriz ou diretamente registrando a ocorrência virtual do site https://delegaciavirtual.sc.gov.br/inicio.aspx.