Conecte-se

FacebookTwitterInstagramYoutube

taio3WhatsApp Image 2020 09 01 at 13.05.04

A Polícia Civil, por meio da Delegacia de Polícia de Taió, desencadeou a operação Cabeça D`Água, cumpriu oito mandados de busca e apreensão e prendeu em flagrante quatro pessoas por envolvimento no tráfico de drogas. Foi na manhã desta terça-feira (01), em Taió e Salete.

A ação contou com o apoio de policiais civis da regional de Rio do Sul, além do Núcleo de Operação com Cães de Lages e da Polícia Militar de Taió. Segundo o delegado Jackson Guasselli Pessoa, a operação é resultado de investigação de quatro meses e visa coibir o tráfico de drogas em Taió e região. Além de maconha, os policiais apreenderam cerca de R$ 5.800,00, bloco com anotações da venda de drogas e outros objetos.

taioWhatsApp Image 2020 09 01 at 13.05.03

Vídeo da Operação:

64215325 ed5d 4230 9d3c 90af8cb57f98

A Polícia Civil, por meio da Divisão de Investigação Criminal (DIC) de Rio do Sul, deflagrou na manhã desta quinta-feira (09) a Operação Calabar, na repressão do roubo a banco.

A ação resultou na prisão de quatro suspeitos, apreensão de R$ 10 mil, um veículo e diversos celulares.

Foram cumpridas 12 ordens judiciais - 04 prisões temporárias e outras 07 de busca e apreensão, assim como o sequestro de bens dos investigados. As ações ocorreram nas cidades de Aurora, Itapoá e Joinville.

Participaram da operação cerca de 40 policiais civis, além do apoio do helicóptero (SAER) da Polícia Civil e de policiais de Joinville.

Segundo o delegado Thiago Cardoso Silva, o nome da operação é uma referência a Domingos Fernandes Calabar, considerado por muitos o maior traidor da história do país.

Um dos presos de hoje é morador do interior do município de Aurora e teria recebido os criminosos do norte do Estado, auxiliando no alojamento e rota de fuga dos mesmo pelas estradas do interior daquela cidade.

f0a757bf 1dd9 42af ac28 e23fa759de83

Delegado de Polícia Thiago Cardoso Silva fala sobre a Operação Calabar:

Captura de Tela 2020 07 03 as 17.20.55

A Polícia Civil, por meio da Divisão de Investigação Criminal (DIC) de Rio do Sul, efetuou a prisão de um dos principais líderes de uma organização criminosa catarinense. Foi na manhã desta sexta-feira (03), na cidade de Laurentino.

Após troca de informações com a DIC de Joaçaba e depois de intenso trabalho investigativo, os policiais civis conseguiram localizar a residência em que o foragido da Justiça estava se escondendo.

Durante o cumprimento do mandado de busca e apreensão, os policiais conseguiram capturar o foragido. Na residência foram apreendidos uma CNH falsa, diversos celulares, dinheiro e anotações. Este material será analisado pelos policiais contribuindo com as investigações.

As informações dão conta que o preso de hoje era responsável pelo comando da organização criminosa na região do Alto Vale e cidades vizinhas, bem como algumas cidades da região Oeste de Santa Catarina.

O preso foi encaminhado ao Presídio Regional de Rio do Sul, onde cumprirá o restante de sua pena pelos crimes de tráfico de drogas e associação ao tráfico.

Prestaram apoio na operação policiais civis da DPMU de Laurentino, DPCO de Rio do Sul e de Trombudo Central.

WhatsApp Image 2020 05 23 at 13.33.33 3

A Polícia Civil de Laurentino, em conjunto com a Polícia Militar, estourou na manhã de sábado (23) um ponto de venda de drogas, no Alto Vale do Itajaí. No local moravam 11 pessoas, sendo cinco crianças e vivenciavam a rotina do tráfico de drogas.

Nas buscas pela residência, policiais encontraram uma quantidade de drogas (cocaína, maconha e crack), assim como em um matagal nos fundos da moradia. Cinco pessoas foram conduzidas à Central de Plantão Policial, em Rio do Sul, sendo que quatro foram autuadas em flagrante por tráfico de drogas.

O monitoramento feito no local permitiu à polícia descobrir como funcionava a associação criminosa. Durante a abordagem, foi constatado que uma das pessoas presas estava com um mandado de prisão em aberto. Uma mulher presa foi flagrada, instantes antes, comprando uma pedra de crack. Ela responderá a um Termo Circunstanciado. Os outros presos foram encaminhados ao Presídio Regional de Rio do Sul, onde estão à disposição da Justiça.

taioa

A Polícia Civil, por meio da Delegacia de Polícia de Taió, em conjunto com a Polícia Militar, efetuou a prisão de dois homens por receptação. A ação foi na tarde desta quarta-feira (20), em Taió.

De acordo com o delegado Jackson Guasselli Pessoa, as investigações apuraram que os homens teriam receptado motores elétricos avaliados em cerca de R$ 20 mil furtados de uma empresa de Salete. A finalidade era a retirada do cobre para posterior comercialização. Os presos foram conduzidos à Delegacia de Polícia Civil de Taió e o procedimento encaminhado ao Judiciário.