Conecte-se

FacebookTwitterInstagramYoutube

WhatsApp Image 2021 10 11 at 18.24.11

Nesta segunda-feira (11), a Polícia Civil de Santa Catarina, por meio da Delegacia da Comarca de Biguaçu, efetuou o cumprimento de mandado de prisão preventiva de um homem suspeito de ter praticado estupro.

A prisão aconteceu em Biguaçu, mas o crime, ocorrido no âmbito da violência doméstica e familiar, teria acontecido em uma aldeia indígena, em Major Gercino. Por isso, a investigação foi realizada pela Delegacia de Polícia do município de Major Gercino.

Após o cometimento da violência sexual, o suspeito teria se mudado para outra aldeia, localizada em Biguaçu. O preso foi encaminhado para o sistema prisional e permanece à disposição da Justiça.

visita virtual

Nesta quarta-feira (29), cerca de 70 alunos do sexto período do Curso de Direito do Centro Universitário Paraíso, Campus Juazeiro do Norte, do Ceará, realizaram uma visita virtual à Delegacia de Polícia do Município de Governador Celso Ramos.

Durante a visita, o Escrivão de Polícia Max Magno Vieira, mostrou, por vídeo, as instalações aos acadêmicos, explicou a estrutura organizacional da instituição, como se dá o ingresso nas carreiras policiais e como é o curso de formação inicial da Polícia Civil de Santa Catarina.

Além disso, o escrivão discorreu sobre as atividades desenvolvidas dentro e fora das delegacias e mostrou o vídeo institucional da PCSC, que foi feito em comemoração aos 209 anos da instituição.

Segundo a professora da disciplina de “Práticas Jurídicas I – Visitas Orientadas”, Roberta Marina Cioatto, a pandemia impossibilitou que os alunos pudessem presencialmente visitar as instituições, mas, ao mesmo tempo, fazendo uso do recurso do vídeo, eles tiveram a oportunidade de conhecer uma delegacia de outro estado.

“Os nossos alunos conseguiram sair, mesmo que virtualmente, de Juazeiro do Norte, no Ceará, para conhecer a delegacia de Governador Celso Ramos e a Polícia de Santa Catarina e, com os recursos utilizados, eles sentiram-se como se estivessem dentro da delegacia”, destacou a professora.

viaturas 1

Na tarde desta quarta-feira (22), a Polícia Civil de Santa Catarina, por meio da Delegacia de Policia da Comarca de Biguaçu, deu cumprimento a um mandado de prisão decorrente de sentença definitiva pela pratica dos crimes de violação sexual (tipo penal revogado) e estupro de vulnerável, por duas vezes. O inquérito policial que resultou na prisão foi instaurado em 2012.

Após a prisão, o condenado foi encaminhado à Penitenciária da Capital e permanece à disposição da Justiça.

banner2

Na tarde desta quarta-feira (22), a Polícia Civil de Santa Catarina, através da DPCAMI de São José, deu cumprimento a mandado de prisão preventiva expedido em desfavor de um homem de 37 anos, pela prática de crimes de estupro de vulnerável, majorado pela condição de padrasto da vítima, praticado em continuidade delitiva.

Segundo as investigações, o indiciado abusou sexualmente da enteada, dos 11 aos 12 anos de idade da menina, condicionando a autorizações cotidianas, como sair para brincar, ou mesmo ao recebimento de presentes pelos atos sexuais.

Concluída a formalização dos procedimentos e o interrogatório na DPCAMI de São José, com a confissão delitiva, o preso foi encaminhado ao Presídio da Capital, onde permanecerá à disposição do Poder Judiciário.

logo sala

Na tarde da terça-feira (14), a Polícia Civil de Santa Catarina, por meio da Delegacia de Repressão a Entorpecentes da Diretoria Estadual de Investigações Criminais, da Coordenadoria de Operações e Recursos Especiais, da Delegacia de Combate à Corrupção de Joaçaba e da Diretoria de Inteligência da Polícia Civil, prendeu, em flagrante, um integrante de uma organização criminosa atuante em todo território nacional. O homem, nascido no estado de Goiás, portava um documento falso.

O preso tem quatro mandados de prisão contra ele em aberto pelos crimes de homicídio, roubo e latrocínio. Além disso, o homem é acusado de furtar três armas de fogo de uma policial penal no estado de Minas Gerais. O homem está sendo encaminhado para o sistema prisional e ficará à disposição da Justiça.