Conecte-se

FacebookTwitterInstagramYoutube

viaturas 5

Um homem que estava foragido da Justiça de Santa Catarina por homicídio e embriaguez ao volante foi preso na quinta-feira (20), no Estado do Pará. A prisão aconteceu após integração entre as Polícias Civil do Pará e de Santa Catarina.

O homem, de 35 anos, foi preso por policiais da Delegacia de Homicídios de Marabá (Pará), em troca de informações com a Delegacia de Polícia de Comarca de Fronteira (DPCo-Fron) de São Lourenço do Oeste.

Ele responde a uma ação penal em São Lourenço do Oeste por homicídio e embriaguez ao volante. Na data 28/05/2021, por volta das 23h40min, após ingerir bebida alcoólica, ele conduzia um automóvel pelo contorno Viário, quando em um determinado momento invadiu a pista contrária e colidiu frontalmente com uma motocicleta, causando a morte de um homem de 24 anos.

Após descumprir medidas cautelares e ter a prisão preventiva decretada, o homem teria ido para o Estado do Pará, onde foi localizado agora e preso.

banner1

Nesta quinta-feira (13), a Polícia Civil de Santa Catarina, por meio da Delegacia de Polícia de Proteção à Criança, ao Adolescente, à Mulher e ao Idoso (DPCAMI/PCSC) de São Lourenço do Oeste, prendeu um homem condenado por diversos crimes de estupro. O homem, de 48 anos, estava foragido e fora condenado definitivamente ao cumprimento de mais de 27 anos de prisão.

A ação policial aconteceu no interior de Jupiá, município onde os fatos ocorreram no ano de 2015, quando a vítima tinha, na época, 14 anos. Após os procedimentos administrativos, o preso foi encaminhado ao Presídio Regional de Xanxerê, onde permanece à disposição da Justiça.

viatura5

Na tarde desta quinta-feira (o6), a Polícia Civil, por meio da Delegacia de Polícia de Comarca de Fronteira de Campo Erê, prendeu um homem de 61 anos condenado definitivamente à pena de 17 anos e 6 meses de prisão pelo crime de estupro de vulnerável. O fato aconteceu no ano de 2013.

O homem foi preso no bairro Melo, em Campo Erê. Ele foi encaminhado para a Unidade Prisional Avançada (UPA) de São José do Cedro e está à disposição da Justiça.

viaturas 1

A Polícia Civil, através da Delegacia de Polícia de Comarca de Fronteira (DPCO-Fron) de Quilombo, no Oeste, encerrou as investigações e indiciou mais duas pessoas (uma mulher de 67 anos e um homem de 43 anos) por estelionato tentado com o objetivo de receber valor de seguro e de incêndio. As investigações foram concluídas na quinta-feira (30).

O incêndio à residência ocorreu no centro de Quilombo em setembro de 2020. Após mais de um ano de investigações, a Polícia Civil concluiu que se tratou de ato criminoso, com autoria identificada. Os autos foram encaminhados para o Fórum da Comarca de Quilombo.

banner4

No início da tarde desta quinta-feira (30), a Polícia Civil de Santa Catarina, através da Delegacia de Polícia de Comarca de Fronteira (DPCo-Fron) de Campo Erê, prendeu uma mulher de 45 anos. Ela é suspeita de um homicídio ocorrido em 01/12/2021, na Linha Área Nova, no interior de Campo Erê. A vítima foi um homem de 52 anos.

Após tomar conhecimento do fato, a Polícia Civil passou a realizar a apuração, com diligências que resultaram na elucidação do crime cometido. Na noite da data 01/12/2021, o proprietário de uma funerária situada em Campo Erê acionou a Polícia Civil para informar que havia constatado sinais de morte violenta em um cadáver que estava sendo preparado para o velório.

No corpo, encaminhado pelo hospital com diagnóstico de morte por infarto, foram constatadas lesões típicas de morte por asfixia. O corpo foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) onde se aferiu que a causa da morte foi asfixia mediante estrangulamento.

Após diligências tendentes a angariar provas com a finalidade de esclarecer a autoria e circunstâncias da morte, a Polícia Civil desvelou que a vítima, um homem de 52 anos, foi “dopado” com o uso de substância utilizada como anestésico em animais e depois foi estrangulado sem que pudesse apresentar resistência.

Diante do trabalho investigativo, houve representação pela prisão preventiva. No início da tarde desta quinta-feira (30), a suspeita do crime foi presa e confessou a prática do crime.