Conecte-se

FacebookTwitterInstagramYoutube

WhatsApp Image 2021 10 19 at 17.26.33 1

A Polícia Civil de Santa Catarina, por meio da Divisão de Investigação Criminal (DIC/PCSC) de Tubarão, elucidou um estelionato na modalidade do golpe do “bilhete premiado", ocorrido no dia 26 de julho, em Tubarão. A vítima foi um idoso de 76 anos, que teve um prejuízo de cerca de R$ 10 mil.

No dia do fato, a vítima foi abordada por um homem, que disse que precisava de auxílio para sacar o dinheiro que havia ganhado na mega sena e que daria uma gratificação para quem ajudasse. Logo em seguida, outro homem chegou dizendo supostamente ser advogado e que poderia ajudar.

O suposto advogado disse à vítima que ela precisaria de dinheiro para pagar algumas taxas para sacar o dinheiro do prêmio. A vítima sacou cerca de R$ 6 mil e entregou aos golpistas, os quais saíram do local com o dinheiro e com o cartão da vítima. Depois, foram realizados outros saques com o cartão.

Os policiais civis identificaram um homem de 32 anos e outro de 61 anos como autores do crime. Ambos já tinham passagens por estelionato. De posse dos mandados de prisão dos suspeitos, a Polícia Civil empreendeu esforços no intuito de capturar os suspeitos, contudo, até o momento, eles estão foragidos.

Viaturas 3

Na manhã desta quinta-feira (14), a Polícia Civil de Santa Catarina prendeu um homem de 19 anos suspeito de estar envolvido em um crime ue acabou ocasionando a morte de um homem, em São Ludgero, Sul do Estado. Na quarta-feira (13), o outro homem envolvido no crime, de 28 anos, já tinha sido preso pela Polícia Civil.

Os presos são investigados de terem participado de um homicídio com arma de fogo, em São Ludgero. A vítima foi atingida por dois disparos, ficou internada na UTI e faleceu na tarde desta quinta-feira.

A operação contou com o apoio das Delegacias de Polícia de Braço do Norte, Rio Fortuna e Santa Rosa de Lima. Foram cumpridos dois mandados de prisões temporárias e três mandados de busca e apreensão em São Martinho, Braço do Norte e São Ludgero. Os presos foram encaminhados para o presídio Regional de Tubarão, onde permanecem à disposição da Justiça.

posto

Em Tubarão, no Sul do Estado, uma ação conjunta fiscalizou postos de combustíveis nesta quinta-feira (14). Os trabalhos envolveram a Polícia Civil, por meio da Delegacia de Crimes Ambientais, de Trânsito e Crimes contra o Consumidor e os Procons Estadual e Municipal.

Ao longo do dia, vários postos foram fiscalizados, sendo que nenhum deles apresentou irregularidades. A operação se faz importante e o resultado foi satisfatório. Outras operações serão desencadeadas, todas com o objetivo de que sejam sempre revendidos ao consumidor combustível dentro das normas previstas pela ANP, combustíveis de boa procedência e sem irregularidades ou adulterações.

Colabore com a Polícia Civil de Santa Catarina através do disque denúncia 181 ou do WhatsApp (48) 98844-0011.

WhatsApp Image 2021 10 14 at 16.25.47 1

 Viaturas 3

Na tarde de quarta-feira (13), a Polícia Civil de São Ludgero prendeu um homem de 28 anos por uma tentativa de homicídio ocorrida no domingo (10), em São Ludgero, Sul do Estado.

Houve o apoio das Delegacias de Polícia de Braço do Norte, Rio Fortuna e Santa Rosa de Lima. Foram cumpridos um mandado de prisão temporária e três mandados de busca e apreensão em São Martinho, Braço do Norte e São Ludgero.

O preso é investigado de ter participado de uma tentativa de homicídio com arma de fogo, em São Ludgero. A vítima foi atingida por dois disparos e está internada na UTI em estado grave. Outro autor do crime segue sendo procurado pela Polícia Civil. Denúncias podem ser dadas ao 181.

O preso foi encaminhado para o presídio Regional de Tubarão, onde permanecerá a disposição da Justiça.

20468372 ea2c 445e bd87 f0b0bc253f85

Na tarde de segunda-feira (04), a Polícia Civil de Tubarão, por meio da Delegacia de Delitos de Trânsito, Delitos contra o Consumidor e de Crimes Ambientais (DTCA), realizou uma operação em dois supermercados de bairros da cidade de Tubarão pertencentes ao mesmo proprietário.

A operação resultou na apreensão de cerca de 900 quilos de carnes e produtos impróprios para o consumo e com procedência duvidosa. A ação foi realizada após os policiais civis coletarem informações que davam conta de que, em dois supermercados pertencentes a uma mesma pessoa, estavam sendo comercializadas carnes e demais alimentos impróprios ao consumo. A operação contou com o apoio da Vigilância Sanitária e da Cidasc de Tubarão.

O proprietário dos dois supermercados, de 34 anos, foi preso em flagrante e autuado pelo crime do Art. 7º, IX, da Lei 8.137/90, por estar expondo à venda e armazenando alimentos com a validade vencida, bem como, carnes sem procedência, entre outras irregularidades. Inclusive, foi verificada a existência de produtos reembalados para ocultar o vencimento e estavam sendo novamente comercializados. Ao final dos procedimentos policiais, o proprietário do estabelecimento foi encaminhado ao Presídio Regional Masculino de Tubarão.