Conecte-se

FacebookTwitterInstagramYoutube

WhatsApp Image 2020 07 23 at 09.17.31

A Polícia Civil, por meio da Delegacia da Comarca de Videira, no Oeste de SC, deflagrou a segunda fase da operação que investiga crimes contra a economia popular (pirâmides financeiras) e lavagem de capitais.

Foram mais de R$ 5 milhões em bens sequestrados pela Polícia Civil. Além disso, ao investigado foi determinado o uso de tornozeleira eletrônica. Esta operação foi resultado de meses de investigação de um dos maiores responsáveis pela difusão de pirâmides financeiras no Brasil. Segundo os delegados Felipe Orsi e Eduardo Defaveri, as diligências iniciaram no ano de 2019.

Os crimes praticados pelo investigado lesaram financeiramente milhares de vítimas, além da ordem econômico-financeira como um todo. O suposto autor utiliza-se de diversos meios para dissimular os ganhos ilícitos, com a aquisição de imóveis, veículos, ativos financeiros e criptomoedas.

Carros, imóveis, dinheiro e artigos de luxo estão entre os bens apreendidos. As investigações devem prosseguir, pois a Polícia Civil busca identificar todos que atuam nesta rede de pirâmide financeira.

8362a833 6c6b 4ce3 a365 d12734ba10d2