Conecte-se

FacebookTwitterInstagramYoutube

viaturas 5

Quatro suspeitos, entre mandantes e executores, foram indiciados por um homicídio de uma mulher de 38 anos, em Barra Velha, litoral Norte de Santa Catarina. Ela foi encontrada morta no dia 26/03/2019, atingida por disparos de arma de fogo, na sala de sua residência, no bairro São Cristóvão.

A Polícia Civil apurou que ela foi morta em virtude de disputas entre traficantes locais. Ficou demonstrado que a vítima estaria envolvida em disputas com outra traficante da região pelo domínio de alguns pontos de venda de drogas no “Morro do Colchão”.

Em virtude do conflito, a ordem para sua morte foi decretada pela cúpula de uma facção criminosa de abrangência estadual que exerce o controle do narcotráfico naquela região.

Os suspeitos foram indiciados pelo crime de homicídio qualificado pelo motivo torpe e organização criminosa. O inquérito policial foi concluído e encaminhado à Justiça e ao Ministério Público.

 WhatsApp Image 2021 10 18 at 20.10.34

Drogas e munições foram apreendidas em Palhoça, na Grande Florianópolis, na tarde de segunda-feira (18) pela Polícia Civil. Foi em ação da Divisão de Investigação Criminal (DIC/PCSC) de Palhoça. Um homem foi preso em flagrante.

Os policiais civis apreenderam maconha, droga sintética e munições no bairro Aririu. O suspeito era investigado pela prática de tráfico de drogas e as informações obtidas apontaram que os ilícitos estariam na residência do homem para a distribuição.

No local, os investigadores localizaram, além de cerca de oito quilos de substância semelhante a maconha, cerca de 120 gramas de substância droga sintética conhecida por MDMA, 22 munições calibre .380, duas balanças de precisão e demais petrechos utilizados no tráfico de drogas.

O investigado foi conduzido para a Central de Flagrantes de Palhoça e responderá pelos crimes de tráfico de drogas e posse ilegal de munição.

WhatsApp Image 2021 10 18 at 20.10.34 1

brasao

No sábado (16), a Polícia Civil de Santa Catarina, por meio da Divisão de Investigação Criminal (DIC/PCSC) de Rio do Sul, com apoio da Delegacia de Polícia do Município de Pouso Redondo, prendeu os suspeitos de terem cometido o homicídio de um casal, no começo deste mês, em Rio do Sul. A morte do homem aconteceu no dia 5 de outubro e a da mulher no dia 8 de outubro. Ambos foram executados com disparos de arma de fogo.

A investigação aponta que os dois crimes têm ligação. O homem teria sido morto por causa de uma desavença com um “amigo de infância”, envolvendo o comércio de drogas e homicídios cometidos na região. Já mulher teria sido morta em suposta “queima de arquivo”, uma vez que mesmo alertada, passou a buscar informações dos autores da morte de seu companheiro.

No sábado (16), foi dado cumprimento a mandados de busca e apreensão e prisão temporária, no município de Pouso Redondo, os quais resultaram ainda na prisão em flagrante de um casal, pelo crime de tráfico de drogas e associação ao tráfico. Já em Rio do Sul, foi dado cumprimento a um mandado de busca e apreensão de um adolescente, o qual seria o mentor e executor dos crimes de homicídios investigados.

As investigações apontam que, na morte do homem, ao todo, quatro pessoas participaram do crime, sendo dois adolescentes. Já na morte de sua companheira, duas pessoas tiveram participação, sendo um adolescente. Os trabalhos de investigação prosseguem para o total esclarecimento dos crimes investigados.

d3002bae 4f1d 4eaa 9954 8b421bd4458e

Na sexta-feira (15), a Polícia Civil de Santa Catarina, por meio da 1° Delegacia de Polícia da Capital, recebeu informação de que algumas pessoas estariam em uma agência bancária tentando aplicar golpes nos caixas eletrônicos, em Florianópolis.

Durante o golpe, um casal simula um erro nos caixas eletrônicos, ao tentar efetuar um saque. Após isso, solicita o dinheiro ao banco, alegando o erro no recebimento. O golpe já havia sido aplicado pelos mesmos suspeitos nas cidades de Brusque e Florianópolis (nos bairros Canasvieiras e Ingleses).

Os agentes da Polícia Civil deslocaram-se até a instituição financeira, onde prenderam o casal em flagrante, Além disso, dois outros envolvidos estariam em dois veículos estacionados nas proximidades do banco.

Diante disso, a equipe diligenciou no sentido de identificar os veículos em que os suspeitos estavam e foi possível abordar os outros dois integrantes da quadrilha, que já estavam em Itapema e em Balneário Camboriú.

Todos os quatro envolvidos presos em flagrante foram encaminhados para a Central de Plantão Policial de Florianópolis. A investigação apontou ainda mais quatro suspeitos pela autoria do crime, que estão sendo investigados e respondem em liberdade.

5fb14f41 7e66 4be9 b48d 1b86e1103c8f

A Polícia Civil de Santa Catarina, por meio da Divisão de Investigação Criminal (DIC/PCSC) de Araranguá, com o apoio da Polícia Militar, esclareceu as circunstâncias de dois roubos ocorridos em Araranguá no início de outubro.

Foram identificadas três pessoas envolvidas nos crimes. A arma utilizada pelos autores foi apreendida no dia 11 de outubro na casa de um quarto suspeito e sendo constatado que se tratava de uma pistola de airsolft.

O primeiro roubo, ocorrido no dia 04 deste mês, em uma farmácia, foi cometido por um adolescente usando uma arma. O segundo crime, em um mercado, foi cometido por três suspeitos, utilizando a mesma arma.

A investigação conseguiu identificar os autores, sendo um deles adolescente, que teria cometido o roubo da farmácia. Esse mesmo adolescente, com dois adultos, também teria participado do roubo ocorrido no dia 08 deste mês, em um mercado.

Os procedimentos de investigação estão sendo concluídos na DIC/PCSC de Araranguá e apontam os crimes dos adultos como roubo majorado e corrupção de menores. O adolescente vai responder por dois roubos.