Conecte-se

FacebookTwitterInstagramYoutube

 WhatsApp Image 2022 05 21 at 16.55.36

Uma ação conjunta entre as Polícias Civil e Militar deflagrada na tarde deste sábado (22) cumpriu mandados de busca e apreensão e de prisão preventiva contra um homem suspeito de crimes de violência doméstica em Araranguá, no Extremo Sul de Santa Catarina.

A ação se trata de uma investigação contra o homem, que responde a três inquéritos policiais. Há duas vítimas de crimes praticados com as mesmas características, que são reiteradas lesões corporais, ameaças, ameaça psicológica, injúrias, cárcere privado e coação no curso do processo.

A Polícia Civil então, por meio da delegada titular da Delegacia de Proteção à Criança, ao Adolescente, à Mulher e ao Idoso (DPCAMI/PCSC) de Araranguá, representou pela prisão e pela busca na residência. As medidas foram deferidas pelo Judiciário.

O primeiro inquérito policial foi instaurado em 2021. Em razão das ameaças e coações do investigado, a vítima não confirmava os crimes, dificultando a apuração policial. Em janeiro, a vítima conseguiu fugir e prestou declarações por videoconferência, contando em detalhes as torturas pelas quais passou. Ela mostrou ainda marcas de lesões que ainda apresentava e contou que foi atendida diversas vezes no hospital e na UPA, mas sempre dizia que tinha sofrido quedas ou se lesionado sozinha. Depois de ter fugido, o investigado continuou lhe perseguindo, enviando mensagens com graves ameaças.

De acordo com a apuração, um mês depois, o investigado começou a se relacionar com outra vítima e passou a agir da mesma forma, por ciúmes, trancava a vítima em casa e a torturava, com um taco de beisebol e um facão. Ele a mantinha trancada em casa até que as lesões desaparecessem para que ninguém visse e ela não pudesse denunciar. Também proibia a vítima de mexer no próprio celular. Até que a segunda vítima também fugiu para outra cidade e registrou o fato, dizendo que ele até cortou seus cabelos para demonstrar poder.

O investigado é suspeito ainda de usar uma arma de fogo em algumas oportunidades em que ameaçou uma das vítimas.

WhatsApp Image 2022 05 21 at 16.57.36

Viatura 20

A Polícia Civil, por meio da Gerência Estadual de Fiscalização de Jogos, Diversões Públicas e Produtos Controlados, realizou nesta sexta-feira (20) a interdição de uma casa de shows localizada na SC-401, em Florianópolis. No local, foram flagradas na semana anterior duas adolescentes sendo submetidas a condições de exploração sexual.

De acordo com o gerente de Jogos, Diversões Públicas e Produtos Controlados da PCSC, delegado de polícia Gustavo Kremer, a Polícia Civil não tolerará que algum estabelecimento sujeito a sua fiscalização funcione em desconformidade com a lei e que coloque em cheque a proteção dos direitos das crianças e adolescentes.

banner1

Nesta sexta-feira (20), a Polícia Civil de Santa Catarina, por meio da Delegacia de Capturas (DECAP) da Diretoria Estadual de Investigações Criminais (DEIC/PCSC), prendeu um foragido da Justiça condenado a treze anos e seis meses de reclusão, em virtude do cometimento de crime de estupro de uma menor de idade.

O preso abusou sexualmente da enteada, dos onze aos treze anos de idade da menina. O mandado de prisão encontrava-se em aberto desde julho de 2020. A prisão ocorreu no bairro Forquilhinhas, em São José.

WhatsApp Image 2022 05 20 at 18.57.10

A Polícia Civil de Santa Catarina, por meio da Delegacia de Proteção à Criança, ao Adolescente, à Mulher e ao Idoso (DPCAMI/PCSC) de Palhoça e da Delegacia Regional de Palhoça, em conjunto com a Secretaria Municipal de Educação, promoveu palestras nas escolas municipais de Palhoça em alusão ao Dia Nacional do Combate ao Abuso Sexual e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes (18 de maio).

As palestras aconteceram nos dias 19 e 20 de maio e foram ministradas para cerca de 300 adolescentes da rede municipal de ensino. O abuso sexual e a exploração de crianças e adolescentes foram especialmente trabalhados sob o aspecto do comportamento no meio digital, orientando os adolescentes quanto às formas de se proteger nas redes sociais, bem como esclarecendo quais condutas podem configurar crime.

Trabalhou-se com a vertente da prevenção ao crime sexual, repassando conceitos técnicos dos crimes em específico, sempre ressaltando que os adolescentes são sujeitos de direitos e obrigações. Pois, além da prevenção, para coibir que sejam vítimas de crimes, buscou-se a orientação quanto às condutas que podem configurar atos infracionais.

WhatsApp Image 2022 05 20 at 19.30.36

WhatsApp Image 2022 05 20 at 18.57.11

 

WhatsApp Image 2022 05 20 at 18.59.08

Na tarde desta sexta-feira (20), a Polícia Civil de Santa Catarina, por meio da Delegacia da Delegacia de Repressão a Entorpecentes (DRE) da Diretoria Estadual de Investigações Criminais (DEIC/PCSC), cumpriu mandado de busca e apreensão na região do Norte da Ilha, em Florianópolis.

As diligências foram realizadas em continuação à operação "Universo Paralelo”. Após levantamentos coletados durante as prisões e apreensões anteriores, a equipe da DRE conseguiu identificar o local de produção de droga conhecida como “skunk”.

Foram apreendidos expressiva quantidade da planta de origem da droga “skunk” e diversos objetos para cultivo e fabricação. A pessoa suspeita pelo local e posse das drogas foi presa em flagrante por tráfico de drogas.

O Núcleo de Operações com Cães da DEIC auxiliou na diligência.

WhatsApp Image 2022 05 20 at 19.02.58