Conecte-se

FacebookTwitterInstagramYoutube

9d6c63d8 7d0b 462b 93f8 344d196b9723

Policiais civis cumpriram nesta quinta-feira (19) três mandados de busca e apreensão em Porto Belo, no litoral Norte de Santa Catarina, e em Irati, relacionados a uma investigação em combate aos crimes de tráfico de drogas, associação para o tráfico e organização criminosa.

A investigação é da Delegacia de Polícia de Porto Belo. Houve o apoio do Núcleo de Operações com Cães (NOC/PCSC), da Divisão de Investigação Criminal (DIC/PCSC) de São Lourenço do Oeste e da Guarda Municipal de Porto Belo.

Trata-se de um inquérito policial instaurado a partir da apreensão de R$ 8 mil em posse de dois dos investigados na data de 09/06/2020 pela Guarda Municipal de Porto Belo, com indicativos de que seriam referentes ao recolhimento de suposto “dízimo” pago por integrantes de uma facção criminosa.

Durante as investigações, foi apurado que os investigados eram integrantes da referida facção e estavam estruturados para a prática dos crimes de tráfico e associação para o tráfico em Porto Belo. Foram apreendidos cocaína, balança de precisão, munição, apetrechos para o plantio e cultivo de maconha, que resultaram na prisão em flagrante de um dos investigados em Porto Belo.

O inquérito será concluído após a análise do material apreendido. Os investigados podem responder por tráfico de drogas, com pena prevista de reclusão de cinco a quinze anos, associação para o tráfico, com pena prevista de três a dez anos, e por integrar organização criminosa, com pena de três a oito anos.

3915a56c dd6b 43ff 81c5 549eaf80a37e

vv

Nesta quinta-feira (19), em investigação de violência doméstica, a Polícia Civil apreendeu uma arma de fogo e droga, em Itajaí, litoral Norte de Santa Catarina.

A ação é de policiais civis da Delegacia de Proteção à Criança, ao Adolescente, à Mulher e ao Idoso (DPCAMI/PCSC) de Itajaí. Houve o apoio de policiais civis do Setor de Investigações e Capturas, da 1ª e 2ª Delegacias de Polícia de Itajaí e do Núcleo de Operações com Cães (NOC/PCSC) de Itajaí.

Os policiais civis cumpriram um mandado de busca e apreensão expedido pelo Juizado de Violência Doméstica e Familiar Contra a Mulher de Itajaí após representação da Polícia Civil, com base na denúncia efetuada pela vítima de violência doméstica, na qual informou que o suspeito teria em sua posse uma arma de fogo.

Ao realizar a diligência, com a ajuda do cão policial, o K-9 Smith indicou o local em que estaria a espingarda calibre .32, que então foi encontrada pelos policiais civis. O K-9 Smith também localizou certa quantidade de droga semelhante à cocaína que estaria sendo guardada pelo irmão do investigado.

Foi dada voz de prisão ao suspeito de violência doméstica pelo crime de tráfico de drogas e posse ilegal de arma de fogo e ao seu irmão por tráfico de drogas. Os dois foram encaminhados à Central de Plantão Policial para os procedimentos cabíveis.

WhatsApp Image 2022 05 19 at 03.28.50

Na noite de quarta-feira (18), a Polícia Civil de Santa Catarina resgatou um estudante que estava sendo mantido sequestrado em cárcere, em Florianópolis. O aluno da Universidade Federal de Santa Catarina foi libertado no início da noite por policiais civis da Delegacia de Roubos e Antissequestro (DRAS) da Diretoria Estadual de Investigações Criminais (DEIC/PCSC), no bairro Carvoeira.

O jovem estaria envolvido há dois meses com o consumo e o tráfico de drogas na região da Serrinha e acabou fazendo dívidas com traficantes, que passaram a exigir que familiares fizessem o pagamento de R$ 2.000,00, sob ameaças de matarem o rapaz. A vítima chegou a sofrer agressões e queimaduras de cigarro, enquanto esteve refém, desde a última segunda-feira.

Ao tomar conhecimento do crime em andamento, o trabalho de investigação feito pelos policiais civis da DRAS/DEIC identificou que o pagamento do resgate seria feito no início da noite, nas imediações da UFSC, onde a vítima acabou sendo localizada e resgatada.

Com a abordagem policial, quatro envolvidos foram identificados e presos em flagrante, respondendo pelo crime de extorsão mediante sequestro, cometido por várias pessoas, com pena prevista de 12 a 20 anos de reclusão. 

Nenhum deles possui antecedentes criminais, com idades entre 19 anos e 21 anos, porém, foi apurado que todos estavam relacionados ao tráfico de drogas cometido na região. Nesse crime pelo qual foram presos, as vítimas são tanto a pessoa sequestrada quanto as demais de quem é exigido o pagamento do resgate.

brasao

Nesta quarta-feira (18), a Polícia Civil de Santa Catarina, por meio da Delegacia da Comarca de Navegantes, prendeu um homem suspeito de ter cometido o homicídio que vitimou um homem de 39 anos, no dia 28 de janeiro deste ano, em Navegantes.

As investigações apontam que o suspeito conhecia o trajeto que a vítima fazia para ir ao trabalho e aguardou, na via pública, sua passagem para então segui-la. Em dado momento, o suspeito, que conduzia uma motocicleta vermelha, emparelhou-a ao lado da bicicleta da vítima, efetuando um disparo de arma de fogo, praticamente à queima roupa, atingindo-a na cabeça. A vítima morreu no local.

Após o término das investigações e concluído o inquérito policial, o Poder Judiciário expediu o mandado de prisão. O preso foi encaminhado ao Complexo Penitenciário do Vale do Itajaí, onde permanece à disposição da Justiça.

viatura sirene2

Policiais civis da Delegacia de Proteção à Criança, ao Adolescente, à Mulher e ao Idoso (DPCAMI/PCSC) de São Lourenço do Oeste cumpriram um mandado de prisão preventiva contra um homem de 26 anos investigado pelo crime de descumprimento de medida protetiva de urgência. A ação foi na tarde de segunda-feira (16), em conjunto com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), no contorno viário de Pato Branco (Paraná).

Por volta das 22h30min de 09/05/2022, na Linha Costa, em São Lourenço do Oeste, uma mulher de 18 anos retornava da faculdade e em via pública começou a ser perseguida pelo seu ex-companheiro, o qual estava em uma motocicleta. Próximo a residência da mulher, ela perdeu o controle do veículo e capotou por diversas vezes. O homem que a perseguia presenciou o acidente e fugiu do local.

A vítima, mesmo ferida, conseguiu sair do veículo e foi socorrida por um morador próximo ao local do acidente, ocasião na qual o homem fugiu em rumo ignorado, tornando a descumprir medida protetiva no dia 15 após ameaçar a ex-companheira e seus familiares.

A Polícia Civil realizou as investigações e representou pela prisão preventiva do suspeito. O pedido foi deferido pelo Poder Judiciário. O homem então foi preso e encaminhado ao Presídio de Pato Branco (PR).