Conecte-se

FacebookTwitterInstagramYoutube

WhatsApp Image 2020 11 17 at 15.45.22

A Polícia Civil realizou uma prisão por tráfico de drogas e apreendeu 60 quilos de maconha em um fundo falso na caçamba de uma Caminhonete. Foi nesta terça-feira (17), em Biguaçu, na Grande Florianópolis.

A prisão foi efetuada por policiais civis da Delegacia de Repressão a Entorpecentes (DRE) da Diretoria Estadual de Investigações Criminais (DEIC). Os policiais fizeram a abordagem do veículo e encontraram a droga escondida em fundos falsos da caçamba.

Um homem de 29 anos foi conduzido à sede da DEIC e autuado em flagrante por tráfico de drogas. Ele possui passagens e já cumpriu pena por tráfico de drogas. A ação foi coordenada pelo Delegado de Polícia Cláudio Monteiro.

cacambadre

 WhatsApp Image 2020 11 17 at 14.55.53

Policiais civis apreenderam em São José, na Grande Florianópolis, um veículo Honda HRV adulterado e com documentos falsificados. A ação foi por meio da Delegacia de Furtos e Roubos de Veículos (DFRV) da Diretoria Estadual de Investigações Criminais (DEIC).

A apreensão aconteceu na sexta-feira (13). Segundo o Delegado de Polícia Rodrigo Bortolini, a ação é continuidade ao trabalho de investigação relacionado ao roubo, furto e adulteração de veículos.

O veículo apresentava sinais identificadores de caminhonete semelhante com emplacamento em Rio do Sul, mas após perícia preliminar verificou-se que, na realidade, tratava-se de veículo semelhante roubado em Gravataí, no Rio Grande do Sul, em 1º de outubro deste ano.

O veículo e os envolvidos foram encaminhados para a sede da DEIC para formalização dos procedimentos. As diligências continuam para apurar as circunstâncias das adulterações e falsificações dos documentos.

 WhatsApp Image 2020 11 17 at 10.05.22

A Polícia Civil promoveu nesta terça-feira (17) a restituição de mais de cinco mil metros quadrados de lajotas de cimento que haviam sido desviadas do Município de Florianópolis. O valor dos bens recuperados é estimado em R$ 90 mil. A ação é da 1ª Delegacia Especializada no Combate à Corrupção de Florianópolis (1ª DECOR).

De acordo com a Delegada de Polícia Isabel Fauth, o inquérito policial teve início diante de notícia formulada por vereadores do Município de Florianópolis, que relataram o desvio de um grande número de lajotas retiradas de ruas contempladas pela Operação “Asfaltaço”, e que estariam em poder de particulares moradores do município de Paulo Lopes.

Foi apurado até o presente momento que as lajotas de propriedade do Município de Florianópolis foram indevidamente transportadas para o município vizinho, onde seriam vendidas para particulares. Os trabalhos investigativos continuam.

asfaltaço lajotas

Logo novo PNG
Recentemente, o Banco Central do Brasil regulamentou o Pix, um sistema que facilita as transações financeiras. Para utilizá-lo o cidadão deve preencher um cadastro junto ao banco que possui conta e fornecer seus dados pessoais.

Para evitar ser vítima de golpes a partir de fraudes praticadas é importante ficar atento a dicas de segurança. Segundo o Delegado de Polícia Rodrigo Vicentini de Campos, a orientação é não clicar em links duvidosos, enviados via e-mail, SMS ou redes sociais, mesmo que esses links aparentam ser do banco que você possui conta.

“Em caso de dúvida entre em contato com a gerência ou pelo suporte da instituição financeira”, alerta.

Confira o vídeo com as dicas.

 heracles

A Polícia Civil concluiu o inquérito policial que apurava o crime de organização criminosa no bairro Jardim Zanellato, em São José. A ação é da Divisão de Investigação Criminal (DIC).

A investigação durou cerca de seis meses e desencadeou a Operação “Héracles”, em setembro (foto), que visou o cumprimento de 20 mandados de busca e apreensão e de sete mandados de prisão.

A operação à época contou com a participação de 100 policiais civis e resultou na apreensão de drogas, armas e materiais inerentes à investigação, que ajudaram na obtenção de indícios da autoria e materialidades.

Com isso, foram indiciadas e presas onze pessoas por integrarem e participarem de organização criminosa. O inquérito foi encaminhado à Justiça com pedidos de prisão preventiva dos indiciados, as quais foram deferidas e cumpridas, haja vista que em sua grande maioria os investigados já se encontravam presos por conta de prisões temporárias deferidas durante a investigação policial.