Conecte-se

FacebookTwitterInstagramYoutube

 WhatsApp Image 2020 09 12 at 13.05.41

A Polícia Civil realizou uma operação na manhã deste sábado (12) e cumpriu dois mandados de busca e apreensão e dois mandados de prisão preventiva expedidos pela Justiça contra integrantes de uma associação criminosa. O bando é responsável por crimes patrimoniais contra estabelecimentos comerciais e unidades policiais. Ao longo dos últimos três meses, houve arrombamentos também contra Delegacias de Polícia do litoral catarinense.

A investigação apurou a existência de uma associação criminosa formada por três homens moradores de São José e Imbituba. Os mandados foram cumpridos em São José e em Imbituba. Esta foi a segunda fase da operação.

A primeira fase foi deflagrada na madrugada e início da manhã do dia 08 deste mês, quando foi cumprido um mandado de prisão temporária em Paulo Lopes e em três mandados de busca e apreensão em São José, todos expedidos pela 2ª Vara da Comarca de Jaguaruna após parecer favorável do Ministério Público. Na oportunidade, foram apreendidos o veículo utilizado pelo grupo, as diversas ferramentas empregadas nos arrombamentos, assim como objetos subtraídos de uma das unidades policiais. Os presos deste sábado serão encaminhados ao Presídio Regional de Tubarão, onde permanecerão à disposição da Justiça.

As investigações foram coordenadas pelas equipes das Delegacias de Polícia Civil de Sangão e Pescaria Brava e contaram com a participação do Núcleo de Inteligência Integrada da Guarda Municipal, Polícia Civil e Polícia Militar de São José, Divisão de Investigação Criminal (DIC) de São José, Polícia Rodoviária Federal, e Delegacias de Polícia de Jaguaruna, Garopaba, Paulo Lopes, Laguna e Imbituba.

WhatsApp Image 2020 09 12 at 13.05.42

WhatsApp Image 2020 09 11 at 21.29.02

Em São José, a Polícia Civil prendeu em flagrante integrantes de uma associação criminosa especializada em estelionato, na Grande Florianópolis. A ação é da Divisão de Investigação Criminal (DIC) e foi desencadeada na sexta-feira (11). Três envolvidos em golpes em diversas empresas, com prejuízo superior a R$ 50 mil, foram presos.

Em Itapema, policiais civis encontraram o resto de um material fraudulentamente adquirido e reconhecido pelas vítimas - todos os objetos foram recuperados. Um dos presos tinha mandado de prisão expedido pelo Estado do Rio Grande do Sul por roubo.

WhatsApp Image 2020 09 11 at 21.29.02 1

 

10setWhatsApp Image 2020 09 11 at 18.29.54

Na tarde desta sexta-feira (11), a Polícia Civil, por meio da 6ª Delegacia de Polícia e da Divisão de Investigação Criminal (DIC) de Joinville, deflagrou uma ação na Área de Proteção Ambiental Serra Dona Francisca, em razão da suposta prática de crimes ambientais no local.

Durante as diligências de campo foram observados indícios de supressão de vegetação nativa e construções irregulares. Por essa razão foi instaurado inquérito policial para apurar as possíveis infrações penais contra o meio ambiente. No local houve a presença da Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente (SAMA), a qual lavrou as respectivas infrações administrativas contra os suspeitos identificados.

10set2WhatsApp Image 2020 09 11 at 18.29.54

10set3WhatsApp Image 2020 09 11 at 18.29.55

 WhatsApp Image 2020 09 10 at 15.29.22

A Diretoria Estadual de Investigações Criminais (DEIC) finalizou a contagem do dinheiro apreendido na Operação “Lado A” deflagrada na quinta-feira (10). Ao total, foram apreendidos valores em espécie de R$ 3.136.031,00 (três milhões, cento e trinta e seis mil e trinta e um reais), já convertidos e somados os dólares apreendidos.

A ação foi realizada pela Delegacia de Repressão a Entorpecentes (DRE/DEIC) após quatro meses de investigações. Além do dinheiro, que estava em um casa em Palhoça e em um fundo falso de uma Caminhonete apreendida em Biguaçu, a operação da Polícia Civil apreendeu 71 quilos de cocaína, veículos e efetuou sete prisões.

WhatsApp Image 2020 09 10 at 10.08.09

WhatsApp Image 2020 06 04 at 11.08.45

A Polícia Civil, por intermédio da Delegacia de Polícia da Comarca de Lebon Régis, prendeu na tarde desta sexta-feira (11) dois homens que tinham mandados de prisão em aberto e por isso eram considerados foragidos da Justiça.

A primeira prisão foi por volta das 14h30min no bairro Altos do Rio Doce. Policiais civis receberam denúncias de que o homem estava trabalhando com corte de madeira em um matagal na região, se deslocaram próximo ao lugar indicado e após buscas pela mata localizaram o foragido. O homem de 45 anos era procurado por roubo majorado pelo concurso de pessoas e uso de arma.

O segundo homem foi preso por volta das 17h em um galpão localizado às margens da Rodovia SC-302.  Com 32 anos, ele estava foragido há mais de um ano do sistema prisional - foi condenado por diversos crimes como lesão corporal ligado à violência doméstica, furto qualificado, receptação e adulteração de sinal identificador de veículo automotor, totalizando mais de 14 anos de pena. Os dois foram conduzidos para a Delegacia de Polícia de Lebon Régis e encaminhados ao presídio regional de Caçador.