Conecte-se

FacebookTwitterInstagramYoutube

WhatsApp Image 2022 06 15 at 08.19.41

Na manhã desta quarta-feira (15), a Polícia Civil de Santa Catarina desencadeou uma operação em Joinville para cumprir 28 mandados judiciais. A ação é da Divisão de Investigação Criminal (DIC/PCSC) de Joinville.

Até o começo da manhã, oito pessoas haviam sido presas e drogas foram apreendidas. A operação tem como objetivo prender integrantes de uma organização criminosa que simulavam ser policiais civis para efetuar roubos a residências.

Dos 28 mandados judiciais, 20 são mandados de busca e apreensão e oito são mandados de prisão temporária expedidos pelo juízo da 2ª Vara Criminal de Joinville.

As investigações se iniciaram em janeiro deste ano após criminosos tentarem invadir um apartamento de luxo na cidade de Joinville. Para a prática do crime, eles se utilizaram de uma falsa viatura da Polícia Civil, roupas e algemas com emblemas da Polícia Civil.

Após a investigação, foi possível identificar dez suspeitos que integram uma organização criminosa especializada na prática de roubos a residências, tráfico de drogas, porte ilegal de arma de fogo, receptação e adulteração de sinal identificador de veículo automotor.

Durante toda a operação, foram apreendidos as roupas com emblemas da Polícia Civil, algemas, oito armas de fogo, incluindo uma submetralhadora, maconha, cocaína, crack, ecstasy, prensas hidráulicas e também a falsa viatura, que se tratava de um automóvel roubado em Barra Velha.

A operação foi denominada de “Caça-Fantasmas”. O preso suspeito de liderar o grupo comandaria de dentro do presídio grande parte dos roubos que eram praticados no Estado de Santa Catarina.

Ao todo, 40 policiais civis de Joinville e da Divisão de Investigação Criminal (DIC/PCSC) de Mafra participaram da operação.

Os presos foram interrogados e encaminhados ao Presídio Regional de Joinville.

WhatsApp Image 2022 06 15 at 08.19.42

WhatsApp Image 2022 06 14 at 18.32.31 1

A Polícia Civil de Santa Catarina, por meio da Divisão de Investigação Criminal (DIC/PCSC) de Tubarão, prendeu três homens suspeitos de terem assaltado uma casa noturna no bairro Dehon, em Tubarão. O crime aconteceu no dia 16 de fevereiro deste ano.

Na ocasião, três pessoas encapuzadas e com máscaras ingressaram armadas na casa noturna e ameaçaram funcionários e clientes com revólveres. Em seguida, subtraíram dinheiro do caixa, celulares e uma caminhonete.

Após investigação, a Polícia Civil representou pela prisão temporária em desfavor de um dos homens suspeitos de participar do crime. A prisão desse homem aconteceu no dia 3 de maio deste ano, com apoio da Polícia Militar.

No prazo regular do inquérito policial ainda foram levantadas outras provas periciais, que resultaram na representação por prisão preventiva de outros dois suspeitos e na conversão da prisão temporária do homem que já estava em prisão preventiva.

O cumprimento das prisões aconteceu na primeira semana de junho. Os presos permanecem à disposição da Justiça.

WhatsApp Image 2022 06 14 at 16.43.32

Nesta terça-feira (14), a Polícia Civil de Santa Catarina, por meio da Diretoria Estadual de Investigações Criminais (DEIC/PCSC), recebeu a visita institucional do comandante da Polícia Nacional da França, Adido de Segurança Interior Adjunto, Serge Giordano.

No encontro, na sede da DEIC, em São José, na Grande Florianópolis, o representante da Polícia Nacional Francesa conheceu as instalações da DEIC e o trabalho realizado pelas delegacias estaduais da diretoria. Giordano foi recebido pelo diretor da DEIC, delegado Verdi Furlanetto, e demais delegados da diretoria.

Curso oferecido pela Polícia Nacional da França

Serge Giordano participou na segunda-feira (13) da abertura do curso denominado “Técnicas de Intervenção no âmbito do CQB e das Estruturas Tubulares”, que está sendo oferecido pela Polícia daquele país para 22 policiais civis, militares e federais, em Florianópolis.

O curso “Técnicas de Intervenção no âmbito do CQB e das Estruturas Tubulares” está acontecendo entre os dias 12 a 24 de junho, em Florianópolis. Entre as atividades previstas estão Técnicas de tiro; CQB em estande; CQB e tiro em baixa luminosidade; técnicas em ambientes tubulares, com intervenção em ônibus e em avião; e em ambientes amplos, com intervenção em sala de cinema, escolas, veículos e ambientes urbanos.

banner3

Uma tentativa de latrocínio ocorrida no bairro Vila Ivete, em Mafra, foi esclarecida pela Polícia Civil, por meio da Delegacia de Polícia da Comarca local.

Uma mulher que levava o seu filho a pé foi abordada nos primeiros horários da manhã do dia 31 de maio deste ano nas proximidades de uma escola. Um homem tentou subtrair os pertences pessoais da vítima que, após demonstrar resistência, sofreu golpes de faca na região do abdômen.

A Polícia Civil iniciou as investigações e conseguiu identificar o suspeito, que foi reconhecido pela vítima. Após a representação pela Polícia Civil ao Poder Judiciário e célere manifestação do Ministério Público, foi expedido um mandado de prisão preventiva contra o investigado suspeito, que apresenta registros por crimes patrimoniais e responderá ao processo preso.

92b15c40 1771 4f86 8784 0b9dc40025ea

Policiais civis da Divisão de Investigação Criminal (DIC/PCSC) de Maravilha, no Oeste, recuperaram cerca de R$ 30 mil furtados de um posto de combustíveis localizado em Maravilha e prenderam em flagrante um homem suspeito pelo crime.

Os policiais civis receberam durante a madrugada de segunda-feira (13) a notícia da prática de um furto em um posto de combustíveis, que fica na saída para Tigrinhos. A Polícia Civil realizou a investigação, identificou o suspeito e, após perseguição em busca do homem, já na parte da tarde, os policiais civis conseguiram prendê-lo em flagrante – o homem confessou a prática do delito.

O investigado é um ex-funcionário do estabelecimento comercial e tinha conhecimento da dinâmica de recebimento de pagamentos e armazenamento de dinheiro pelo proprietário. Com um martelo, ele conseguiu quebrar um dos vidros do local, ingressar na parte restrita e, em apenas 16 segundos, subtrair mais de R$ 30 mil guardados no local.

Após o crime, ele fugiu e escondeu o dinheiro na casa de um amigo, na região de Cunha Porã, o qual também foi conduzido para a Delegacia de Polícia por estar auxiliando o autor do furto e, assim, estar praticando o crime de favorecimento real. O preso foi autuado por furto qualificado pelo arrombamento e conduzido à Unidade Prisional de Maravilha. Foram recuperados pouco mais de R$ 29,5 mil em espécie, dinheiro já restituído à vítima do furto.

d20ceba5 980d 4246 b3a9 f30fda62582f

c241a22a 11a0 4859 afa3 c4116146939b